Ararense que seria "julgado" em "Tribunal do Crime" é resgatado pela Policia Militar em Conchal
Quando os policiais chegaram ao local, houve muita correria por parte dos criminosos e alguns deles conseguiram escapar.





Na noite desta quinta-feira (30), a “Força Tática” da Polícia Militar realizou prisões de dez pessoas, dentre elas uma mulher. Todos suspeitos de integrarem uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios.
Eles estariam em uma chácara na zona rural de Conchal (SP), para realizarem o chamado “Tribunal do Crime”, contra um jovem de 18 anos, morador em Araras (SP).
Uma denúncia anônima, que haveria o ‘julgamento’, do rapaz, levou várias viaturas da Polícia Militar ao local, onde foram encontrados três veículos com placas de Mogi Mirim, Leme e Embú das Artes.
Quando os policiais chegaram no local, houve muita correria por parte dos criminosos e alguns deles conseguiram escapar pela mata existente. O jovem que seria julgado, foi encontrado muito machucado e confirmou em seu depoimento aos policiais, que tinha um desentendimento com um dos integrantes da facção criminosa e que havia sido sequestrado e agredido por eles.
Todos os detidos foram apresentados no plantão policial onde foram autuados em flagrante pelos crimes de promoção e integrar organização criminosa, ameaça, lesão corporal, sequestro e cárcere privado.

Os envolvidos estão à disposição da justiça e aguardando audiência de custódia.

Comentários

Leia também...