Laudo aponta que corpo encontrado em canavial de Rio das Pedras é de natimorto; polícia indicia mãe por ocultação de cadáver
Mulher afirmou à Polícia Civil que sofreu um aborto e não sabia que estava grávida. Ela tentou se livrar do corpo e o queimou.



O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que o corpo encontrado queimado ontem (4/01) em um canavial de Rio das Pedras (SP) é de um natimorto. Segundo o delegado Vagner Rogério Romano, a mãe, uma dona de casa de 25 anos, afirmou que sofreu um aborto espontâneo e não sabia que estava grávida.
Romano afirmou que o IML constatou que o bebê deixou a barriga da mãe já sem vida e que, portanto, não foram as queimaduras que causaram o óbito. A mulher foi indiciada em flagrante por ocultação de cadáver e foi arbitrada fiança, segundo o delegado.
Conforme o policial civil, a dona de casa admitiu que tentou se livrar do corpo ao jogá-lo em um canavial e atear fogo. Ela informou à Polícia Civil que sofreu o aborto por volta de 9h de quinta-feira 04/01 e, como nem sabia da gravidez, se desesperou.
Romano afirmou ainda que ela se disse arrependida e que atuou sozinha. "Ela queria destruir o cadáver, ocultar naquela área e aqui na delegacia disse que estava arrependida", afirmou.,

Exame do IML
Segundo o delegado, por se tratar de um laudo provisório, não foi possível definir se houve um aborto espontâneo ou provocado. O resultado também não apontou em que mês da gestação a mulher estava.
"Como é um laudo provisório, fizeram exames específicos para estabelecer se, tratavas se de nascimento com vida ou natimorto, porque era imprescindível para estabelecer a responsabilidade dela (mãe)", afirmou o delegado.
O natimorto pesa 1,68 quilo e mede 43 centímetros, de acordo com o resultado do exame. Romano informou que aguarda novos resultados para definir qual o tipo de abordo e seguir com as investigações.
Canavial
O natimorto foi encontrado em um canavial do bairro Luiz Massud Coury, em Rio das Pedras (SP). Segundo a Guarda Municipal, a plantação estava em chamas e o bebê foi localizado por um bombeiro da própria usina de cana-de-açúcar.
De acordo com a guarda, o bombeiro foi verificar o incêndio e percebeu que havia algo em meio à plantação. Quando se aproximou, avistou o corpo da criança e acionou a corporação. A Guarda Municipal constatou o óbito e informou que o corpo foi atingido pelas chamas.

Dicionário
Natimorto
Adjetivo substantivo masculino

obst med.leg diz-se de ou feto viável que foi expulso morto do útero materno.

Fonte: G1


Comentários

Leia também...

Vaga de Emprego em Conchal

Comissão da Câmara de Conchal avalia situação de vereador preso com carga roubada de cerveja

Ponto Alto Empreendimentos inicia obra asfáltica na Avenida Manoel Gonçalves Neto

Jovem de 20 anos morre eletrocutada em festival de funk no Rio

Polícia Militar prende traficantes com quase 4 kg de cocaína em Araras, SP

COMUNICADO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA REVISÃO DA LEI DE PARCELAMENTO DO SOLO E URBANIZAÇÕES ESPECIAIS NO MUNICÍPIO DE CONCHAL (SP)

Bolsonaro quer postos de saúde abertos até 22h em todo Brasil

Tribunal divulga relação de cidades com problemas na gestão fiscal e orçamentária

Por que peixe não é considerado carne durante a Quaresma?

Todas as Publicações

Mostrar mais