Laudo aponta que corpo encontrado em canavial de Rio das Pedras é de natimorto; polícia indicia mãe por ocultação de cadáver
Mulher afirmou à Polícia Civil que sofreu um aborto e não sabia que estava grávida. Ela tentou se livrar do corpo e o queimou.



O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que o corpo encontrado queimado ontem (4/01) em um canavial de Rio das Pedras (SP) é de um natimorto. Segundo o delegado Vagner Rogério Romano, a mãe, uma dona de casa de 25 anos, afirmou que sofreu um aborto espontâneo e não sabia que estava grávida.
Romano afirmou que o IML constatou que o bebê deixou a barriga da mãe já sem vida e que, portanto, não foram as queimaduras que causaram o óbito. A mulher foi indiciada em flagrante por ocultação de cadáver e foi arbitrada fiança, segundo o delegado.
Conforme o policial civil, a dona de casa admitiu que tentou se livrar do corpo ao jogá-lo em um canavial e atear fogo. Ela informou à Polícia Civil que sofreu o aborto por volta de 9h de quinta-feira 04/01 e, como nem sabia da gravidez, se desesperou.
Romano afirmou ainda que ela se disse arrependida e que atuou sozinha. "Ela queria destruir o cadáver, ocultar naquela área e aqui na delegacia disse que estava arrependida", afirmou.,

Exame do IML
Segundo o delegado, por se tratar de um laudo provisório, não foi possível definir se houve um aborto espontâneo ou provocado. O resultado também não apontou em que mês da gestação a mulher estava.
"Como é um laudo provisório, fizeram exames específicos para estabelecer se, tratavas se de nascimento com vida ou natimorto, porque era imprescindível para estabelecer a responsabilidade dela (mãe)", afirmou o delegado.
O natimorto pesa 1,68 quilo e mede 43 centímetros, de acordo com o resultado do exame. Romano informou que aguarda novos resultados para definir qual o tipo de abordo e seguir com as investigações.
Canavial
O natimorto foi encontrado em um canavial do bairro Luiz Massud Coury, em Rio das Pedras (SP). Segundo a Guarda Municipal, a plantação estava em chamas e o bebê foi localizado por um bombeiro da própria usina de cana-de-açúcar.
De acordo com a guarda, o bombeiro foi verificar o incêndio e percebeu que havia algo em meio à plantação. Quando se aproximou, avistou o corpo da criança e acionou a corporação. A Guarda Municipal constatou o óbito e informou que o corpo foi atingido pelas chamas.

Dicionário
Natimorto
Adjetivo substantivo masculino

obst med.leg diz-se de ou feto viável que foi expulso morto do útero materno.

Fonte: G1


Comentários

Leia também...

Policia Civil prende seis indivíduos suspeitos de serem os responsáveis pela onda de crimes acontecidos em Conchal nos últimos meses

Policia Militar e GCM de Conchal apertam o cerco contra o crime e realizam operações em Conchal

Relógios se alteraram automaticamente durante a madrugada e confundiram os usuários na manhã deste domingo (21)

"Censura" - PSOL partido aliado do PT pede para TSE suspender funcionamento do WhatsApp em todo país

Prefeitura de Conchal segue com recapeamento na Avenida João Paulo II

Sancionada lei que dispensa reconhecimento de firma e autenticação de documento em órgãos públicos

Jovens conchalenses recebem certificados de conclusão do curso da Oficina do Jornalismo F5 (2018)

“Quem tem o apoio de milhões de brasileiros não precisa pagar”, disse estrategista digital de Bolsonaro

ETEC abre inscrições para Vagas Remanescentes do 2º Módulo dos cursos técnicos de Administração e Recursos Humanos em Conchal

Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar pai dentro de presídio no Ceará

Todas as Publicações

Mostrar mais