Parlamentares petistas pedem reembolso de despesas com 'atos' pró-Lula

Parlamentares do PT repassaram ao Congresso Nacional despesas relacionadas à campanha política do partido contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato. O jornal O Estado de S. Paulo encontrou na prestação de contas mensal de sete parlamentares gastos com deslocamento e alimentação que somam R$ 3.769,45.

Os gastos foram registrados em São Bernardo do Campo (SP), onde Lula fez um ato no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC nos dias 5 e 6 de abril, após a ordem de prisão, e na região metropolitana de Curitiba, cidade onde o petista está preso desde o dia 7. Os valores podem aumentar, porque as bancadas têm 90 dias para enviar às respectivas casas legislativas documentos comprobatórios para pedir reembolso de despesas.

Comentários

Leia também...

Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar pai dentro de presídio no Ceará

"Censura" - PSOL partido aliado do PT pede para TSE suspender funcionamento do WhatsApp em todo país

“Quem tem o apoio de milhões de brasileiros não precisa pagar”, disse estrategista digital de Bolsonaro

Rotary Club de Araras Sul organiza a 1a. Noite Carré e Picanha

Moro diz que não tentou influenciar eleição e acusa petistas de intimidação

Após Sindicância Interna ex- diretora de educação de Conchal Mariana Mani Moura foi exonerada do quadro de servidores do município

Bolsonaro acrescenta em seu plano de governo o 13º salário para os beneficiários do Bolsa Família

Acreditando que os brasileiros têm memória fraca e subestimando a inteligência do eleitor, PT muda estratégia e tira nome de Lula e cor vermelha de campanha

Saúde de Conchal promove Campanha Outubro Rosa

Todas as Publicações

Mostrar mais