Irmã Suelleni e irmã Simone falam sobre o dia a dia da profissional NELLY CRISTINA de 27 anos, assassinada com 16 facadas em Conchal




O crime aconteceu no bairro Porto Seguro, em Conchal (SP). O corpo de Nelly Cristina Venite de Souza Maria tinha ferimentos na cabeça, braços e tórax, além de sinais de estrangulamento.
O suspeito de cometer o crime fugiu, informou a Guarda Civil Municipal (GCM). Segundo a GCM, que atendeu a ocorrência, uma vizinha relatou ter ouvido a vítima pedir socorro por volta das 3h e acionou as autoridades.
A mulher também contou aos guardas municipais que, quando os gritos cessaram, viu o suposto namorado da vítima sair da kitnet onde a moça morava e fugir no carro dela, que era dirigido por outra pessoa.
Ao chegar ao local, a GCM encontrou a moça toda ensanguentada e sem vida.
De acordo com a GCM, o que saiu da kitnet mora em frente à vítima. Os agentes entraram na casa dele e encontraram 64 pinos de cocaína. A ocorrência foi atendida pelos GCMs Inspetor Franco e GCM Flávio.
O boletim de ocorrência foi registrado pela Polícia Civil de Araras (SP) como homicídio, roubo de veículo e tráfico de drogas. O autor do crime ainda não foi localizado.
Bacharela em obstetrícia pela Universidade de São Paulo (USP), NELLY CRISTINA VENITTE DE SOUZA MARIA tinha 27 anos e trabalhava no hospital Madre Vaninni em Conchal.

'Ligue 180' recebe denúncias sobre assédio e violência contra a mulher

O Ligue 180 é uma central telefônica que atua como um disque-denúncia. É um programa nacional que recebe denúncias de assédio e violência contra a mulher e as encaminha para os órgãos competentes.

Além disso, também é possível obter orientações sobre serviços da rede de atendimento, direitos da mulher e legislação.

Esta Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência é um serviço de utilidade pública, gratuito e confidencial que funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive nos feriados. O anonimato é garantido.

As denúncias podem ser feitas de qualquer lugar do Brasil e de mais 16 países (veja abaixo a lista de países). Além do 180, as denúncias de violência doméstica podem ser feitas em qualquer delegacia, com o registro de um boletim de ocorrência. Há ainda um aplicativo para celular, o 'Clique 180', que traz diversas informações importantes, como os tópicos da Lei Maria da Penha.

As prefeituras também oferecem centros atendimento, responsáveis por acolher as mulheres em situação de violência. Em São Paulo, por exemplo, os Centros de Atendimento para Mulheres Vítimas de Violência contam com 11 unidades, que oferecem apoio social, jurídico e psicológico sem precisar de boletim de ocorrência.

A violência contra mulher atinge a todos, e a denúncia pode ser feita por qualquer pessoa. Então, não importa se você conhece ou não a pessoa que está sofrendo violência, ligue 180 e denuncie! E ajude a proteger as mulheres.

No Brasil

Ligue para a Central de Atendimento à Mulher: telefone 180.

No exterior:

Argentina, ligar para 08009995500 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

Bélgica, ligar para 080010055 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

Espanha, ligue para 900 990 055, discar opção 1 e, em seguida, informar (em Português) o número 61-3799.0180.

EUA (São Francisco), ligar para 18007455521 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

França, ligar para 0800990055 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

Guiana Francesa, ligar para 0800990055 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

Holanda, ligar para 08000220655 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

Inglaterra, ligar para 0800890055 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

Itália, ligar para 800 172 211, discar 1 e, depois, informar (em Português) o número 61-3799.0180.

Luxemburgo, ligar para 080020055 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

Noruega, ligar para 80019550 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

Paraguai, ligar para 00855800 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

Portugal, ligar para 800 800 550, discar 1 e informar o número 61-3799.0180.

Suíça, ligar para 0800555251 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

Uruguai, ligar para 000455 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

Venezuela, ligar para 08001001550 discar 1 e informar o número 61-3799.0180

Fonte: Central de Atendimento à Mulher


Comentários

Leia também...