Sem ninguém pedir, juiz proíbe propaganda eleitoral perto de igrejas




Sem ninguém pedir, o juiz Mauro Nicolau Junior publicou um "aviso ad referendum do plenário do Tribunal RegionalEleitoral" proibindo propaganda eleitoral perto de igrejas e templos. Fiscal da propaganda no Rio de Janeiro, o magistrado afirma que a propaganda política em templos religiosos é proibida pela Lei Eleitoral, e decidiu se adiantar aos processos.

O juiz também argumenta que o Supremo Tribunal Federal já decidiu que igrejas não podem contribuir com campanhas eleitorais e que o Tribunal Superior Eleitoral considerada a propaganda de candidatos por entidades religiosas uma forma de abuso de poder econômico.



“O culto traduz um momento em que a relação entre a pessoa e Deus ou entidade que corresponda à fé que professa se afirma e reforça, pois nele o encontro com Deus se faz presente pelo diálogo", discorre Nicolau. "Não se trata, portanto, do momento nem do local apropriados para se realizar propaganda eleitoral. Além do desrespeito às pessoas presentes ao culto, o desvirtuamento do ato religioso em propaganda eleitoral é ilícito”, continua.

Ele recomenda que os representantes de igrejas instruam todos os líderes religiosos de suas ordens. Se elas forem desrespeitadas, as igrejas estão sujeitas a punições, que podem ser multas ou interdição.

Clique aqui para ler o aviso




Comentários

Leia também...

Bandidos explodem Agencia Santander em Conchal nessa madrugada

Família procura desesperadamente por jovem desaparecido desde Domingo (12/11)

Mensagens no WhatsApp poderão ser apagadas na segunda-feira

Câmara de Conchal elegerá o novo presidente para o próximo biênio

Estão abertas as inscrições para a 2° Edição do projeto "Oficina do Jornalismo F5"

Feirantes da Central de Abastecimento e produtores rurais de Conchal participam de curso sobre manipulação de alimentos

Repartições públicas municipais não funcionarão nos dias 15, 16, 19 e 20 de novembro em Conchal

Proprietários do Auto Posto Fadel em Conchal emitem nota de esclarecimento referente ao acorrido no dia 03/11.

Arteris Intervias interdita alça de acesso à cidade de Conchal

DEPARTAMENTO DE SAÚDE DE CONCHAL ESCLARECE INFORMAÇÕES FALSAS SOBRE AGENTES DE COMBATE À DENGUE

Todas as Publicações

Mostrar mais