Conselho tutelar deverá ser acionado quando o aluno atingir 30% do limite de faltas


Por Ingrid Pereira 


Foto: Ma10 

A  Lei 13.803, de 2019  foi sancionada pelo presidente Jair Messias Bolsonaro dia 10 de janeiro. A mesma determina que os conselhos tutelares sejam notificados de forma imediata sobre os casos de alunos do ensino fundamental e médio que ultrapassarem 30% de faltas permitido pela legislação em vigor.



A legislação também determina que cada escola tem a obrigação de acompanhar a frequência de seus alunos durante todo o ano letivo. No caso de faltas reiteradas a secretaria de educação deverá notificar os pais e o conselho tutelar.

Anteriormente a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) previa o procedimento somente para quando o número de faltas ultrapasse 50%.

O projeto é da Deputada Federal keiko Ota (PSB-SP), com parecer favorável da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) apresentado pelo senador Cristovam Buarque (PPS-DF).

Evasão Escolar

Uma das expectativas é que a alteração da LDB auxilie no combate à evasão escolar e contribua, a longo prazo, o combate à criminalidade.



Comentários

Leia também...

Vaga de Emprego em Conchal

Ponto Alto Empreendimentos inicia obra asfáltica na Avenida Manoel Gonçalves Neto

Pelo menos 207 pessoas morreram e cerca de 450 ficaram feridas neste domingo de Páscoa no Sri Lanka

Polícia Militar prende traficantes com quase 4 kg de cocaína em Araras, SP

COMUNICADO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA REVISÃO DA LEI DE PARCELAMENTO DO SOLO E URBANIZAÇÕES ESPECIAIS NO MUNICÍPIO DE CONCHAL (SP)

Por que peixe não é considerado carne durante a Quaresma?

Tribunal divulga relação de cidades com problemas na gestão fiscal e orçamentária

Comissão da Câmara de Conchal avalia situação de vereador preso com carga roubada de cerveja

Bebê de 15 dias tem queimaduras de 2º grau em banho, em hospital da Paraíba

Todas as Publicações

Mostrar mais