Médium João de Deus vira réu por crimes sexuais

 Por Ingrid Pereira 

Preso há quase um mês, ele nega as acusações.


Foto: Reprodução/Agência Brasil

Nesta quarta-feira (9) a juíza Rosangela Rodrigues dos Santos aceitou a denúncia do Ministério Público de Goiás contra o médium João de Deus. Ele passa ser réu pelos crimes de estupro de vulnerável e violação sexual. Acusado por muitas mulheres de cometer os abusos durante os tratamentos na sua casa espiritual em Abadiânia (GO). João de Deus sempre negou os crimes. 

Em nota o advogado Alberto Toron, que defende o médium disse que ainda não está ciente da decisão. "De qualquer modo, é importante esclarecer que se trata de uma decisão provisória, sujeita à confirmação após a apresentação da resposta à acusação. Estamos serenos e confiamos na justiça", afirmou Toron.

A juíza não vai revelar detalhes do processo, pois o caso é sigiloso e corre em segredo de justiça.

João de Deus, está preso desde o dia 16 de dezembro no núcleo de custódia de Aparecida de Goiânia, quando se entregou a polícia de Goiás.

Denúncia

A denúncia enviada pelo Ministério Público de Goiás no dia 28 de dezembro contra o médium, trata de dois crimes de violação sexual mediante fraude e estupros de vulneráveis hipoteticamente praticados por ele durante os seus atendimentos espirituais.

De acordo com a promotora Gabriella de Queiroz, esses fatos aconteceram em 2018 entre os meses de abril e outubro.

No entanto a denúncia, que foi protocolada no dia 28 e que corre em segredo de justiça, inclui testemunhos de 19 mulheres, que contam casos de abuso sexual acontecidos no período de 1975 a 2018.

Desses casos cinco estão sobre investigação e dez prescritos. Mas todas as mulheres foram relacionadas como testemunhas.

Nota F5 

Há milhares de ‘’João de Deus’’ ao nosso redor, seja na igreja, na escola, no trabalho, em casa, na faculdade. Devemos encorajar as pessoas que sofrem ou já sofreram esses abusos a falar e denunciar. O efeito que um abuso causa a pessoa é devastador, muitas das vezes as vítimas não sabem que atitude tomar, denunciar é a melhor solução. Vamos nos unir para denunciar, seja você que passa por isso, ou você que já passou. 




Comentários

Leia também...

Em Mogi Guaçu (SP) aluno foi detido após denúncia de que faria um ataque em escola

Menino de 4 anos corta os pulsos e pais acreditam que pode ser influência da Momo

Caixa deteriorada no Bairro Esperança 3 rompe e desperdiça aproximadamente 150 mil litros d’água. Veja vídeo

Conchal será uma das cidades contempladas com Esquadrilha da Fumaça

Governador João Doria entrega obras de duplicação da Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332), em Conchal.

Redução de salário dos vereadores é proposta em Araras, SP

Criança de Birigui (SP) tenta se enforcar após ver boneca "Momo" em vídeo infantil

Causas como ‘’ legalização de estupro, pedofilia e morte de mulheres são defendidas’’ por mentor do ataque na Escola Estadual Professor Raul Brasil em Suzano (SP)

Excursão de escola pública é barrada em shopping de SP e educadora diz que houve discriminação

Aniversário de Araras: com samba romântico, cantor Raffa abre programação musical na sexta, dia 22

Todas as Publicações

Mostrar mais