Campinas - Mulher morre após ter corpo queimado por ex- companheiro

Por Ingrid Pereira



Crime aconteceu no estabelecimento comercial da vítima, no bairro Parque Vista Alegre em Campinas (SP) — Foto: Gustavo Porto/EPTV


Nice Vieira, de 53 anos, não resistiu e morreu na noite de quarta-feira (27) no Hospital de Clínicas da Unicamp onde estava internada.

Nice Vieira, que teve o corpo queimado pelo ex-companheiro e morreu em Campinas — Foto: Reprodução/EPTV

A vítima foi socorrida pelo helicóptero Águia da Polícia Militar para o HC, aonde chegou a ser internada em estado gravíssimo. O agressor foi para o Hospital PUC-Campinas, mas depois foi transferido para o Hospital Irmãos Penteado.

O crime

Segundo a Polícia Militar, ele ateou fogo nela com uso de combustível. O autor do feminicídio também teve queimaduras em 82% do corpo, mas segue internado em estado gravíssimo.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, o agressor não aceitava o fim do relacionamento.

Segundo a corporação, o suspeito entrou no local por volta das 14h40, fechou a porta, jogou combustível na mulher e em si mesmo e ateou fogo.

O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) como feminicídio - crime de ódio-qualificado por fogo com meio cruel consumado.
Fonte: G1




Comentários

Leia também...

Em Mogi Guaçu (SP) aluno foi detido após denúncia de que faria um ataque em escola

Menino de 4 anos corta os pulsos e pais acreditam que pode ser influência da Momo

Caixa deteriorada no Bairro Esperança 3 rompe e desperdiça aproximadamente 150 mil litros d’água. Veja vídeo

Conchal será uma das cidades contempladas com Esquadrilha da Fumaça

Governador João Doria entrega obras de duplicação da Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332), em Conchal.

Criança de Birigui (SP) tenta se enforcar após ver boneca "Momo" em vídeo infantil

Redução de salário dos vereadores é proposta em Araras, SP

Excursão de escola pública é barrada em shopping de SP e educadora diz que houve discriminação

Policia Militar realiza reunião de segurança pública em Tujuguaba

Causas como ‘’ legalização de estupro, pedofilia e morte de mulheres são defendidas’’ por mentor do ataque na Escola Estadual Professor Raul Brasil em Suzano (SP)

Todas as Publicações

Mostrar mais