Encerrada audiência de custodia Juíza decide manter vereador Rodinei preso


Após a audiência de custodia acontecida nesta manhã de domingo (24) em Mogi Mirim, ficou decidido que o vereador Rodinei Ferreira da Silva (PDT) continuará preso no cumprimento de prisão preventiva.



O vereador de Conchal e um funcionário dele foram detidos sábado (23) após a Polícia Civil encontrar uma carga roubada de cervejas no local.

O advogado do vereador, Anderson de Paula, disse que seu cliente comprou a carga sem saber da procedência.

O funcionário foi liberado, enquanto o vereador ficou preso por receptação qualificada, já que a carga seria para revender no comércio. Ele também vai responder por porte ilegal de arma, informou a defesa dele.



A operação da Polícia Civil contou com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) de Conchal. Segundo a GCM, os policiais da DIG de  Mogi Guaçu rastrearam a carga roubada e chegaram ao pesqueiro do vereador, que fica próximo à Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332) no distrito de Martinho Prado em Conchal.

No local foi encontrada a carga com mais de mil fardos de cerveja que, segundo a GCM, foi roubada na quinta-feira (21) na Rodovia Presidente Dutra, próximo a Jacareí, no Vale do Paraíba.



No pesqueiro foram apreendidas ainda, uma bomba usada para fazer a transferência de produtos líquidos, uma cartucheira calibre 28 e algumas munições.






Comentários

Leia também...

Em Mogi Guaçu (SP) aluno foi detido após denúncia de que faria um ataque em escola

Menino de 4 anos corta os pulsos e pais acreditam que pode ser influência da Momo

Caixa deteriorada no Bairro Esperança 3 rompe e desperdiça aproximadamente 150 mil litros d’água. Veja vídeo

Conchal será uma das cidades contempladas com Esquadrilha da Fumaça

Governador João Doria entrega obras de duplicação da Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332), em Conchal.

Criança de Birigui (SP) tenta se enforcar após ver boneca "Momo" em vídeo infantil

Redução de salário dos vereadores é proposta em Araras, SP

Excursão de escola pública é barrada em shopping de SP e educadora diz que houve discriminação

Policia Militar realiza reunião de segurança pública em Tujuguaba

Causas como ‘’ legalização de estupro, pedofilia e morte de mulheres são defendidas’’ por mentor do ataque na Escola Estadual Professor Raul Brasil em Suzano (SP)

Todas as Publicações

Mostrar mais