Câmara Municipal de Leme aprova redução de 17 para 13 vereadores e economia será de R$ 700 mil


Mudança passa a valer a partir das próximas eleições, em 2020. Prefeitura também cortou 22 cargos comissionados para investir dinheiro em infraestrutura urbana e saúde.

Por Gabrielle Chagas, G1 São Carlos e Araraquara


A Câmara Municipal de Leme (SP) aprovou um projeto de lei que reduz o número de vereadores de 17 para 13. O vice-presidente da Casa, Ricardo Canata (Pros), disse nesta quarta-feira (24) que a redução representa economia de R$ 700 mil por ano.

O projeto foi aprovado por unanimidade na última sessão ordinária e passará a valer nas eleições para o próximo mandato, em 2020.

Área da saúde

De acordo com o vice-presidente da Câmara, o dinheiro economizado com a redução de cargos será revertido como verba para a saúde pública, principalmente à Santa Casa, que é a área de maior atenção do município atualmente.

“Alguns vereadores tiveram receio porque diminuiria as chances de se elegerem na próxima eleição, mas todos aceitaram que deveria ser feito esses cortes pelo bem da cidade. Não tem outra posição”, contou.
 

Além dos vereadores, o número de assessores na Câmara Municipal já passou por redução de 17 para 15, com a dispensa dos serviços dos cargos nos gabinetes de Canata e do presidente da Casa, Adenir Pinto (PSDB).

Custo por gabinete

Segundo Pinto, atualmente, cada vereador em Leme tem custo de aproximadamente R$ 6 mil com as despesas. Além disso, cada assessor de gabinete gera uma receita de R$ 4 a R$ 5 mil com os benefícios. Existem ainda os gastos com carro e movimentação no gabinete.

O presidente da Casa explicou que foi necessário um estudo para chegar a redução sem prejudicar o funcionamento, já que o número mínimo de cadeiras na cidade é 9 e o máximo é 17.

“Estudamos muito para decidir qual seria o número de cadeiras e, no momento, fechamos em 13 para o próximo mandato. Pode ser que mais a frente a gente reduza ainda mais, mas no momento em que estamos foi essa a decisão. A visão hoje é enxugar e o projeto foi feito de comum acordo com todos os vereadores”, contou.

Ele disse ainda que o corte de vereadores não significa que, neste mandato, a quantidade é ‘exagerada’, mas a decisão é uma medida para restabelecer os investimentos na cidade.

Cargos comissionados

Na sessão do dia 15 de abril, os vereadores também aprovaram o projeto de lei que diminuiu de 32 para 10 o número de cargos comissionados da Prefeitura de Leme.

Em nota, o município informou que os 32 cargos tinham folha salarial anual de aproximadamente R$ 1,8 milhão. Com a lei complementar aprovada, passam a ter 22 cargos a menos em relação aos anos anteriores, gerando uma economia aos cofres municipais de aproximadamente R$ 1,2 milhão por ano.

Já na Superintendência de Água e Esgotos da Cidade de Leme (Saecil), 7 cargos foram extintos. Até neste ano, as 12 pessoas que trabalhavam no local somavam folha salarial anual de aproximadamente R$ 700 mil. Agora, com apenas 5 cargos, a Saecil terá economia nos cofres de aproximadamente R$ 340 mil por ano.

De acordo com a nota, a economia de R$ 1,5 milhão ao ano gerada pela reestruturação será destinada à saúde e obras de infraestrutura urbana.





Comentários

  1. Atitudes assim tem que ser copiadas por outros municípios, pois é de fundamental importância para a população.
    Parabéns a todos os envolvidos nessa decisão 💖

    ResponderExcluir

Postar um comentário

"Olá, agradecemos a sua mensagem. Acaso você não receba nenhuma resposta nos próximos 5 minutos, pedimos para que entre em contato conosco através do WhatsApp (19) 99153 0445." Gean Mendes...

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Policia Militar apreende cocaína em comércio no centro de Conchal

Trio é preso suspeito de roubos de combustíveis em Mogi Guaçu

Safra da laranja 2019/20 do cinturão citrícola de SP e MG é estimada em 388,89 milhões de caixas

Família procura por jovem surdo e mudo desaparecido em Engenheiro Coelho, SP

Homem ataca ex-namorada dentro de Delegacia da Mulher em SP

Papa aceita renúncia do bispo de Limeira

Conchal recebe do UNIFAJ o prêmio de “Prefeito Educador 2019”

Tucano é flagrado por câmera de monitoramento na Rodovia Anhanguera, em Campinas

Aposentado cria armadilha para mosquito da dengue e vira projeto de pesquisa em universidades

Todas as Publicações

Mostrar mais