Novidade!

Ex-presidentes da República custam R$ 12 mil por dia à União


Apesar de não receberem pensão, ex-mandatários têm direito a assessores pagos pela Presidência da República e veículos com combustível.


Foto de 2013 da então presidente Dilma, com ex-presidentes e chefe do cerimonial - Reprodução/Facebook/Fernando Collor


Ex-presidentes brasileiros não recebem pensão ou qualquer coisa do tipo. Mas o que lhes é cedido chega a custar cerca de R$ 12 mil por dia aos contribuintes.

Refere-se a gastos com até oito servidores comissionados (motoristas, seguranças, apoio pessoal e assessoramento) a que cada um tem direito.

A União paga os salários, passagens e diárias em casos de viagens para acompanhar o ex-mandatário. Além disso, cada ex-presidente tem à disposição dois carros e o pagamento das despesas de combustível.

Essas garantias são concedidas por meio da Lei 7.474/86 e pelo decreto 6.381/2008.

Em 2018, os benefícios concedidos a cinco ex-presidentes — José Sarney, Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff — custaram à União R$ 4,6 milhões.

Nos quatro primeiros meses deste ano, as despesas com servidores à disposição deles e veículos chegaram a R$ 1,45 milhão, já incluindo o ex-presidente Michel Temer na lista.

Os dados foram fornecidos ao ‘’Portal R7’’ pela Secretaria-Geral da Presidência da República, por meio da Lei de Acesso à Informação.

O gasto principal é com o salário dos servidores: R$ 1,33 milhão em 2019; e R$ 3,35 milhões em 2018. Diárias e passagens aparecem em seguida, com custo de R$ 305,7 mil de janeiro a abril de 2019; e R$ 1,11 milhão em 2018.

Os seis ex-presidentes têm cada um dois carros à disposição. Cinco desses veículos são emprestados pela montadora Fiat — SUVs Freemont.
De acordo com o governo, por estarem em contrato de comodato esses veículos não geram "qualquer ônus para a Presidência da República".

"Os custos de manutenção e seguro desses carros cedidos em regime de comodato não são de responsabilidade da Presidência da República e sim das montadoras de veículos contratadas."

Os outros sete automóveis (Ford Focus, Fusion e Chevrolet Omega) são da frota própria da Secretaria de Administração da Presidência da República, sendo esta responsável pelo pagamento de seguro e manutenção.

O combustível de todos eles é custeado pela União: R$ 8.207 entre janeiro e abril deste ano; e R$ 79 mil em 2018.

Confira o gráfico abaixo com os valores gastos dos ex-presidentes em 2018. 

As informações dessa matéria são do ‘’Portal R7’’.


Arte/R7

Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Novo caso de coronavirus é confirmado em Conchal neste sábado (23). O paciente tem 12 anos e pertence a região sudeste do município

Conchal confirma neste sábado (30) novo caso testado positivo para Covid-19. Veja nota emitida pela prefeitura de Conchal.

Quarentena em SP é prorrogada por 15 dias com flexibilização progressiva em diferentes regiões do estado

Policia Militar e Guarda Municipal acabam com festa e aglomeração de pessoas no Jardim das Palmeiras em Conchal.

ENTENDA OS CRITÉRIOS E AS FASES DA RETOMADA DA ECONOMIA DE SÃO PAULO

Mesmo em crise econômica Prefeitura de Conchal quita dívida histórica de mais de 30 anos do Bairro Jardim Esperança

Guarda Municipal prende segundo acusado de ter assassinado a facadas o pintor Wesley Ribeiro, 24 anos. O crime aconteceu em 9 de março deste ano

Coronavirus coloca arrecadação municipal na UTI em Conchal – Em alguns segmentos a queda de receita foi de quase 40%

Parto Normal - Bebê nasce com mais de 5 quilos em maternidade no interior de SP

Todas as Publicações

Mostrar mais