Policial militar morre após troca de tiros em roubo na festa do peão de Itapira

Segundo a polícia, alvo do grupo era um malote de dinheiro da praça de alimentação.


Um policial militar de 29 anos morreu baleado após uma troca de tiros na madrugada desta segunda-feira (29) durante o roubo de um malote de dinheiro da praça de alimentação da festa de peão de Itapira (SP).
                                
De acordo com a polícia, um suspeito foi baleado e está preso. A namorada dele, de 19 anos, também está detida por suspeita de dar cobertura ao roubo. Um segundo envolvido também foi ferido, mas conseguiu fugir junto com uma mulher. Eles levaram o malote, segundo os policiais que atuam no caso.

A troca de tiros

De acordo com a polícia, Allan de Souza Melo, estava de folga quando percebeu o assalto e tentou prender os dois assaltantes. Em seguida, teve início uma troca de tiros. Melo atingiu os dois suspeitos, mas ele não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. A mulher dele, que também estava na festa, não se feriu. Ela está grávida, segundo os policiais militares. O pai dele, José Sávio, lamentou a morte do filho. "Infelizmente aconteceu", disse.

Populares conseguiram segurar um dos assaltantes até a chegada dos policiais. Ele foi levado ao hospital e está sob custódia. A namorada dele está na delegacia de Itapira. A polícia apresentou uma arma apreendida com o suspeito detido. O revólver calibre 32 teria sido usado na troca de tiros com o policial morto.



Buscas

Policiais militares e da Guarda Municipal de Itapira fazem buscas pelos dois suspeitos que estão foragidos. Um cão da guarda farejou pistas no recinto da festa. O helicóptero Águia, da Polícia Militar, atua no apoio das buscas pelo casal foragido. A Polícia Militar e a Guarda Municipal de Mogi Guaçu também estão na busca pelo casal, já que existe a suspeita de ambos serem moradores da cidade.

Enterro em MG

O corpo do policial deve seguir,  para Bandeira do Sul (MG), onde será velado e enterrado. As informações são da funerária que cuida do caso.

O que diz a organização

A organização do evento informou que o crime ocorreu em um momento quando não havia mais seguranças no local. Disse ainda que durante a festa foi feito revista aos visitantes para coibir a entrada de armas, mas que na hora do assalto a revista já havia terminado.

 Conteúdo: ‘G1’




Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Corpo de mulher é encontrado fora da cova e seminu: “Apavorante”

Justiça determina bloqueio de 407 mil reais do Presidente da Câmara Municipal de Conchal Roberson Claudino Pedro (Robinho) e de Marcelo Aparecido Mandeli, ex-assessor do presidente

Videos - Após chuvas em Conchal, infestação de pequenos sapos assusta moradores

Suspeito de Roubar Joalheria em Conchal é preso pela Policia Civil

Adolescente de 12 anos é estuprada dentro de escola pública em SP

Corpo de menina torturada por pai tem 37 marcas de tiros de arma de pressão, diz Conselho Tutelar

Suspeito de matar engenheira após perseguição no trânsito é preso em MT

Oferta de emprego que veta 'negras e gordas' vira caso de polícia em Belo Horizonte

Polo do Cartório Eleitoral em Conchal abrirá para cadastramento biométrico no feriado, dia 15 de novembro (sexta-feira)

Bolsonaro extingue o seguro obrigatório de veículos, o DPVAT

Todas as Publicações

Mostrar mais