Procon-SP oficia Senacon e INSS por reclamações de descontos não autorizados em benefícios de aposentados

Desde 2017 foram registrados mais de dezesseis mil atendimentos no Procon-SP e em Procons municipais conveniados.





A Fundação Procon-SP, vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania, encaminhou ofícios ao Secretário Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça, e ao Presidente do Instituto de Seguridade Social (INSS) para que suspendam de imediato a autorização de associações de aposentados que, em parceria com seguradoras, empresas de serviços e instituições financeiras, praticam descontos indevidos nos benefícios dos aposentados.

Desde 2017 foram registrados mais de dezesseis mil atendimentos no Procon-SP e em Procons municipais conveniados. As reclamações referem-se a contribuições associativas indevidas e serviços e produtos não contratados. Veja as empresas e associações reclamadas.

Em razão dessa prática, a Fundação Procon-SP solicita à Senacon e ao INSS a suspensão imediata da autorização concedida a todas as associações para avaliação dos problemas, correção das práticas irregulares, reavaliação dos critérios que balizam os termos de cooperação e convênio com associações civis para maior segurança e proteção dos consumidores, e ainda ação articulada para atendimento e reparação dos consumidores prejudicados.

A fundação também instaurou processos sancionatórios contra as empresas por violação as normas de proteção e defesa do consumidor. E, em 2017, encaminhou denúncia dessas condutas ao Ministério Público Estadual, sendo instaurado o inquérito civil pela 3ª Promotoria de Justiça do Consumidor.


As medidas visam a imediata cessação dos descontos indevidamente realizados nos benefícios e a garantia de ressarcimento aos usuários.

O Código de Proteção e Defesa do Consumidor determina que as relações de consumo devem pautar-se pelo princípio da transparência e pelo reconhecimento da vulnerabilidade do consumidor, além da boa-fé objetiva e do equilíbrio nas relações de consumo.






Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Corpo de mulher é encontrado fora da cova e seminu: “Apavorante”

Justiça determina bloqueio de 407 mil reais do Presidente da Câmara Municipal de Conchal Roberson Claudino Pedro (Robinho) e de Marcelo Aparecido Mandeli, ex-assessor do presidente

Videos - Após chuvas em Conchal, infestação de pequenos sapos assusta moradores

Suspeito de Roubar Joalheria em Conchal é preso pela Policia Civil

Adolescente de 12 anos é estuprada dentro de escola pública em SP

Corpo de menina torturada por pai tem 37 marcas de tiros de arma de pressão, diz Conselho Tutelar

Suspeito de matar engenheira após perseguição no trânsito é preso em MT

Oferta de emprego que veta 'negras e gordas' vira caso de polícia em Belo Horizonte

Polo do Cartório Eleitoral em Conchal abrirá para cadastramento biométrico no feriado, dia 15 de novembro (sexta-feira)

Bolsonaro extingue o seguro obrigatório de veículos, o DPVAT

Todas as Publicações

Mostrar mais