Idoso procura polícia e diz ter matado mulher e enterrado corpo no banheiro há 24 anos em MT




Um idoso de 64 anos foi até uma delegacia de Sinop, a 503 km de Cuiabá, e disse aos policiais que teria matado a mulher dele há cerca de 24 anos. As informações são do ‘G1’.

De acordo ainda com o relato, o assassinato ocorreu em outubro de 1994, quando a vítima tinha 28 anos.  O idoso disse a polícia que matou a mulher porque não aceitava a separação. Jairo golpeou a vítima com uma barra de ferro e, quando percebeu que ela não havia morrido, a asfixiou.

Após cometer o crime, Jairo foi até a delegacia e disse que a mulher tinha ido embora e o deixado com dois filhos pequenos. O crime teria ocorrido na residência do casal, que ficava na Avenida Itaúbas, Bairro Jardim das Palmeiras.

Como o imóvel foi vendido, a polícia aguarda a proprietária voltar de uma viagem para realizar a escavação a fim de constatar se os restos mortais realmente estão no local. Um pedido de autorização para o procedimento foi encaminhado à Justiça.

O idoso foi ouvido e liberado. A Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.




Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Dois veículos batem em cruzamento no centro de Conchal

Bilhetes anônimos com acusação de adultério tomam conta de cidade no interior de SP

Postagem de mãe viraliza após filha voltar de festa de fim de ano na escola com bolo inteiro: 'Queriam os mais bonitos e decorados'

Trailer de lanches é destruído por caminhão durante a madrugada

Confeiteira doa bolo para criança e mãe reclama: "dê algo que preste"

Motorista de caminhão que explodiu na SP-330 é identificado e será enterrado em Artur Nogueira

PM reage a assalto e mata dois assaltantes em Mogi Mirim

Caixa espera pagar FGTS de R$ 998 antes do Natal

Papai Noel chegou na Praça da Fonte trazendo alegria e a magia do Natal em Conchal

Advogado aparece de calcinha pedindo cigarro em condomínio em Limeira, SP

Todas as Publicações

Mostrar mais