ONU enviará missão ao Chile para investigar violações de direitos humanos


A alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos e ex-presidente do Chile, Michelle Bachelet, anunciou o envio da missão da ONU ao país após manifestar preocupação com a violência nos protestos.




Conteúdo: ‘Jovem Pan’

A alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, anunciou nesta quinta-feira (24) o envio de uma missão de verificação ao Chile para investigar as possíveis violações às liberdades fundamentais durante os recentes protestos no país.

“Após monitorar a crise desde o começo, decidi enviar uma missão de verificação para examinar as denúncias de violações aos direitos humanos no Chile”, declarou a ex-presidente chilena no Twitter.

“Parlamentares e o governo manifestaram interesse em receber uma missão (do Escritório das Nações Unidas para os Direitos Humanos)”, acrescentou a alta comissária, que na segunda (21) pediu diálogo entre o governo do Chile e a sociedade civil para “acalmar a situação”.

O Instituto Nacional de Direitos Humanos do Chile (INDH) indicou que cinco dos 18 mortos até o momento no contexto dos protestos foram vítimas de agentes do Estado. Além disso, 2.686 pessoas foram detidas e 584 ficaram feridas nas manifestações.

Bachelet havia pedido que o governo do Chile trabalhasse com todos os setores da sociedade para encontrar soluções que contribuam para acalmar a situação e tentar resolver os problemas apresentados durante as manifestações.
 
A ex-presidente do país, atualmente na ONU, pediu que todas as partes “evitem a polarização de palavras ou fatos”. Bachelet também disse estar triste e preocupada com a violência, a destruição, os mortos e os feridos no Chile nos últimos cinco dias.




Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Corpo de mulher é encontrado fora da cova e seminu: “Apavorante”

Justiça determina bloqueio de 407 mil reais do Presidente da Câmara Municipal de Conchal Roberson Claudino Pedro (Robinho) e de Marcelo Aparecido Mandeli, ex-assessor do presidente

Videos - Após chuvas em Conchal, infestação de pequenos sapos assusta moradores

Suspeito de Roubar Joalheria em Conchal é preso pela Policia Civil

Adolescente de 12 anos é estuprada dentro de escola pública em SP

Corpo de menina torturada por pai tem 37 marcas de tiros de arma de pressão, diz Conselho Tutelar

Suspeito de matar engenheira após perseguição no trânsito é preso em MT

Oferta de emprego que veta 'negras e gordas' vira caso de polícia em Belo Horizonte

Polo do Cartório Eleitoral em Conchal abrirá para cadastramento biométrico no feriado, dia 15 de novembro (sexta-feira)

Bolsonaro extingue o seguro obrigatório de veículos, o DPVAT

Todas as Publicações

Mostrar mais