Polícias param de divulgar nomes e fotos de presos após lei de abuso de autoridade entrar em vigor Pular para o conteúdo principal

Polícias param de divulgar nomes e fotos de presos após lei de abuso de autoridade entrar em vigor


Conteúdo: G1

Polícias militares e civis de pelo menos 10 unidades da federação (São Paulo, Espírito Santo, Distrito Federal, Bahia, Mato Grosso do Sul, Acre, Paraíba, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), ouvidas pelo G1, deixaram de publicar em redes sociais, em páginas institucionais e de divulgar à imprensa fotos e nomes de suspeitos ou presos desde o dia 3 de janeiro, quando entrou em vigor a nova lei de abuso de autoridade.
 
A lei, criticada por juristas e magistrados quando foi sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), em 2019, define cerca de 30 situações que configuram abuso e é alvo de questionamentos de organizações que defendem agentes públicos no Supremo Tribunal Federal (STF).

Agora, passam a ser crimes ações que até então eram consideradas infrações administrativas ou atos ilícitos punidos no âmbito cível. Um exemplo são os atos de constranger o detento a exibir seu corpo “à curiosidade pública” ou de divulgar a imagem ou nome de alguém, apontando-o como culpado". Agora isso pode levar uma autoridade a ser punida com penas de 1 a 4 anos de detenção e de 6 meses a 2 anos, mais multa, respectivamente.

Não é necessário que a vítima acuse o agente público pelo fato. Os crimes são de ação pública incondicionada, quando é dever do estado investigar e punir.

A exceção para divulgação de nome e fotos ocorre com suspeitos foragidos com mandado de prisão em aberto.

Em São Paulo, por exemplo, a Secretaria da Segurança Pública informou que "os policiais são constantemente orientados acerca das legislações em vigor". "No tocante a lei de abuso de autoridade, simpósio e cursos foram ministrados aos policiais civis pela Acadepol, que, inclusive, editou súmulas de orientação deixando-as disponibilizadas para consulta de todos os agentes." (leia mais abaixo)

Delegado vê prejuízo e advogados defendem intimidade
Advogados criminalistas e integrantes de corporações policiais divergem sobre a aplicação das novas normas. Enquanto os defensores entendem que há defesa da intimidade e da privacidade de suspeitos, evitando a exposição pública deles antes que sejam condenados pela Justiça, policiais ouvidos pela reportagem entendem que inquéritos podem ser prejudicados, devido à preocupação de não serem punidos pela lei.

Para o delegado Gustavo Mesquita Galvão Bueno, presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil de São Paulo (ADPESP), a proibição da divulgação das imagens de suspeitos "causa prejuízo nas investigações".

"A divulgação de fotos de presos, não de forma irresponsável e indiscriminada, mas com responsabilidade e em casos com prova de autoria do crime, é um instrumento que nos ajudava a solucionar inúmeros crimes, porque a população reconhecia. Infelizmente, isso será prejudicado, para não dizer, anulado", diz Bueno.

Atos que passam a ser considerados crimes:

- Divulgação de imagem ou exibição de preso: constranger preso a expor corpo ou submetê-lo à situação vexatória ou constrangimento público e divulgar imagens ou nomes de suspeitos atribuindo a eles culpa por um crime.

- Identificação: o policial não usar, por exemplo, a tarjeta de identificação na farda, não dizer ou mentir o nome.

- Condução de detidos: manter, na mesma cela, confinamento ou no carro no deslocamento, presos de sexos diferentes e também crianças e adolescentes até 12 anos.

- Domicílio: entrar em uma casa ou local sem autorização, sem informar o dono, ou sem autorização judicial.

- Mandado de prisão: cumprir mandado de prisão à noite ou entrar em local privado à noite, entre 21h e 5h.

- Interrogatório: continuar questionamentos após preso dizer que quer ficar calado, levar sob condução coercitiva para depoimento sem antes intimar para comparecimento, pressionar ou ameaçar a depor ou obrigar a fazer prova contra si mesmo.

- Prisão: determinar ou manter prisão ilegal ou deixar de relaxar prisão quando devida.

- Bloqueio de bens: o juiz decretar a indisponibilidade de valores em quantia que extrapole exacerbadamente a dívida.
Investigação: dar início a inquérito sem indício de crime, divulgar trechos da investigação ou gravações com a imagem do preso falando ou prestando depoimento.

A Polícia Militar do Espírito Santo fez uma cartilha de bolso para lembrar aos policiais que, no dia a dia do trabalho, não podem expor, em determinadas situações, o preso a uma situação vexatória, mas diz que continuará repassando à imprensa o histórico das ocorrências, sem divulgar nomes.

A Polícia Civil capixaba também orientou, por meio de um documento interno, seus agentes a tomarem precauções em entrevistas "atentando-se para a não divulgação de dados qualificativos de presos/indiciados/investigados ou qualquer elemento que possa qualificar como criminalização prévia ou exposição da intimidade."

Orientações sobre divulgação de fotos

As polícias do Distrito Federal e de Santa Catarina informaram que não irão mais divulgar oficialmente fotos dos presos. Já a Polícia Civil do Rio Grande do Sul fez um comunicado interno aos agentes alertando sobre o risco da reprodução indevida de fotos de presos e informando que também não repassaria institucionalmente fotos de detidos ou suspeitos.


Outras corporações militares, como as de Minas Gerais, São Paulo e Amazonas informaram ao G1 que ainda estudam como regulamentar os procedimentos. Em Belo Horizonte, o Estado-Maior da PM (como é denominado o alto comando da corporação) se reuniu ao longo desta semana para finalizar uma recomendação que será emitida a todos os PMs.

Em São Paulo, a Academia de Polícia Civil publicou 10 súmulas orientando delegados sobre como proceder no inquérito, defendendo a independência na investigação e no ato de indiciamento.

"Ao fazer o indiciamento, o delegado está amparado pelo estrito cumprimento de dever legal, que é uma excludente de ilicitude. Ele não pode ser responsabilizado [pela lei de abuso, por apontar uma culpa anterior do suspeito] por estar fazendo o seu trabalho, ele está balizado e respaldado pela independência funcional", defende o delegado Gustavo Galvão Bueno.

PM em SP fez comunicado interno


A PM de SP informou que “ainda não editou um comunicado interno oficial” sobre a nova lei, mas que orienta os policiais sobre a legislação em vigor. Oficiais da corporação ouvidos pela reportagem dizem que, desde o dia 3, foram orientados a recomendar “diariamente e exaustivamente” à tropa que sai para o policiamento ostensivo para se precaverem de problemas frente à lei.

Um tenente da corporação ouvido pelo G1 afirmou que não poderá mais enviar imagens de presos em uma operação contra ladrões de casas, por exemplo.

Impasse na busca por criminoso

“Há casos, como o de um estuprador em série, em que era divulgada a imagem para se buscar mais vítimas, por exemplo. Isso agora não pode mais. Isso é um ponto delicado, vai favorecer o criminoso", diz o coronel da reserva Elias Miler da Silva, presidente da organização Defenda PM, que reúne oficiais da reserva e da ativa de policiais militares do país.

“A população pode sentir, talvez, que há um ‘estado de impunidade’. Mas, se você está procurando vítimas e não pode divulgar, como fazer?”, questiona Silva.

Nas páginas das corporações na internet e nas redes sociais e na internet, como no caso do Rio Grande do Sul, é possível ver a transição na mudança de ano: até 31 de dezembro de 2019, em notícias divulgadas, há várias imagens de presos. Em janeiro de 2020, não há fotos de detidos nem de costas. Agora há apenas reproduções de materiais apreendidos e informações sobre casos, sem citar o nome de suspeitos.

Peritos temem punição

Com temor de que algumas condutas que são necessárias no dia a dia passem a ser consideradas "abuso", o Sindicato dos Peritos Criminais do Estado de São Paulo (Sinpcresp) pedirá à Secretaria de Segurança Pública do Estado que "regulamente" as condutas dos agentes, para que estejam respaldados no trabalho.

"A lei tipifica condutas muito abertas e estamos orientando nossos peritos a, na dúvida, não fazerem algo sem autorização judicial, como, por exemplo, perícia em telefones apreendidos, o que até hoje não foi regulamentado", complementa Tagliariani.

Defesa da intimidade

Enquanto alguns agentes públicos acreditam que a lei pode atrapalhar o serviço, a advogada criminalista Jacqueline Valles, professora e mestre em Direito Penal pela PUC de São Paulo, tem uma posição contrária. Para ela, a nova lei define condutas que preservam a privacidade e a intimidade dos suspeitos e também a imagem deles, impedindo que sejam "julgados" publicamente enquanto o fato ainda não foi analisado pela Justiça.

"Eu vejo que, em muitas ocasiões, ao divulgar a foto de um preso, a polícia acaba focando a investigação naquele suspeito, bloqueando oportunidades, o que pode levar a encerrar uma investigação errônea", diz Jacqueline.


"A Constituição resguarda o direito da imagem e diz que ninguém será considerado culpado antes do trânsito em julgado. [A lei] não é um benefício ao preso, é um resguardo de um direito de que ele não seja linchado publicamente por algo que pode vir a ser inocentado. Ao ter sua imagem exposta, a pessoa não tem que se explicar por aquele ato só na Justiça, mas também é alvo de um julgamento público", pondera a advogada.

Acesse a lei Clicando AQUI








Comentários




A Minha Rádio é Massa!


Horários (ponto a ponto) do ônibus circular e telefones úteis Conchal

Horários (ponto a ponto) do ônibus circular e telefones úteis Conchal
CLIQUE NA FOTO PARA ACESSAR TABELA DE HORÁRIOS

Leia também

Suspeito de Matar Mulher Encontrada Carbonizada em Conchal é Preso pela Polícia Civil

A Polícia Civil de Conchal, com o apoio da Guarda Civil Municipal, prendeu nesta segunda-feira (10), em Conchal, Adilson Canalli de Oliveira, suspeito de cometer o feminicídio de sua ex-companheira, Fernanda Cristina da Silva, de 27 anos . O crime ocorreu no dia 30 de maio de 2024. Segundo as investigações, Adilson teria assassinado Fernanda com golpes de chave de fenda e posteriormente carbonizado seu corpo. Durante a operação, duas crianças, filhos do casal, foram libertadas e uma camiseta com vestígios de sangue foi apreendida. Adilson havia sido destituído da guarda dos filhos e planejava fugir com eles após o crime. As crianças foram entregues à guardiã com o apoio do Conselho Tutelar. A prisão de Adilson foi possível após a Polícia Civil representar pela prisão preventiva, que foi deferida pelo Poder Judiciário. Após cometer o homicídio, Adilson fugiu e se ocultou, retornando para Conchal onde subtraiu as crianças. A Polícia Civil já havia apreendido o carro usado no crime,

Horários (ponto a ponto) do ônibus circular e telefones úteis Conchal

Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos. Solicitamos aos leitores F5 que utilizam o transporte público em Conchal, para que nos comunique através do número de WhatsApp (19) 99153 0445, se forem encontradas divergências nos horários publicados abaixo, para que possamos editar. Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os hor

Arteris Intervias tem vagas abertas para Inspetor(a) de Tráfego, Inspetor(a) de Fiscalização e Operador(a) de Pedágio

A Arteris Intervias, que administra 380,3 km de rodovias no interior do Estado de São Paulo, está com vagas abertas para os cargos de Inspetor(a) de Tráfego, Inspetor(a) de Fiscalização e Operador(a) de Pedágio. Os interessados devem acessar o site oficial da empresa – www.arteris.com.br , clicar na aba superior “Trabalhe Conosco” e, em seguida, em “Confira nossas vagas” para se candidatar. Para as vagas de Inspetor (a) – tanto de Tráfego quanto de Fiscalização, o local de trabalho é Araras. Já para o cargo de Operador (a) de Pedágio, a atuação é em Pirassununga. Nos processos seletivos, a Arteris prioriza a diversidade e inclusão, independentemente da idade, raça, identidade de gênero, orientação sexual ou se é uma pessoa com deficiência e/ou beneficiário reabilitado. A companhia está em busca de profissionais qualificados que respeitem suas premissas corporativas e que colaborem com a continuidade da qualidade na prestação de serviços destinados aos usuários de rodovias.

Vítima encontrada carbonizada em Conchal é identificada e residia no município

Na última quinta-feira (30),  uma mulher foi encontrada parcialmente carbonizada em uma estrada rural no bairro Conchal Velho. A vítima que residia no próprio município, foi identificada neste sábado (01), como sendo Fernanda Cristina da Silva, de 27 anos. A identificação foi confirmada através do exame dactiloscópico realizado pelo Instituto Médico Legal (IML). Esse procedimento utiliza as impressões digitais para cruzar informações com os dados nacionais de identificação pessoal, fornecendo à Polícia Civil a identidade da vítima. Fernanda Cristina da Silva era moradora de Conchal, e seu sepultamento está marcado para este sábado (1), às 16h30, no cemitério municipal da cidade. O corpo de Fernanda foi descoberto por volta das 7h30h, pela Guarda Municipal. O local do crime, uma estrada de terra próxima ao cruzamento entre a Fazenda GB e a Fazenda Santo Antônio, foi isolado para preservar a cena do crime. A vítima foi encontrada em decúbito dorsal, com partes do corpo carbo

Jornal F5 Conchal Lança 6ª Edição da Pesquisa de Satisfação dos Serviços Públicos em Conchal

Por: Gean Mendes O Jornal F5 Conchal está mais uma vez nas ruas da cidade conduzindo a 6ª edição da pesquisa de satisfação dos serviços públicos de Conchal. Com o objetivo de obter dados reais e precisos, o F5 busca trazer informações que reflitam as necessidades e reivindicações de seus leitores e seguidores. Para isso, nossas jovens pesquisadoras, identificadas e uniformizadas com a marca do F5, estarão percorrendo as ruas da cidade. Elas são os olhos e ouvidos do jornal, coletando opiniões diretamente da população. Pedimos a todos que recebam e respondam à nossa pesquisa. Expansão da Amostra de Entrevistados Nos anos anteriores, a pesquisa contou com amostragens entre 500 e 1.000 entrevistados. Este ano, a meta é ainda mais ambiciosa: pretendemos alcançar 10 mil residências em todo o município. A pesquisa não tem caráter eleitoral, mas por estarmos em ano de eleição, incluímos três perguntas sobre o tema. Os resultados dessas perguntas não serão divulgados, mas ajudarão a or

Quer receber notícias gratuitamente via WhatsApp?

Quer receber notícias gratuitamente via WhatsApp?
Clique na imagem e nos envie o seu nome e idade

VEJA TAMBÉM

Vítima encontrada carbonizada em Conchal é identificada e residia no município

Na última quinta-feira (30),  uma mulher foi encontrada parcialmente carbonizada em uma estrada rural no bairro Conchal Velho. A vítima que residia no próprio município, foi identificada neste sábado (01), como sendo Fernanda Cristina da Silva, de 27 anos. A identificação foi confirmada através do exame dactiloscópico realizado pelo Instituto Médico Legal (IML). Esse procedimento utiliza as impressões digitais para cruzar informações com os dados nacionais de identificação pessoal, fornecendo à Polícia Civil a identidade da vítima. Fernanda Cristina da Silva era moradora de Conchal, e seu sepultamento está marcado para este sábado (1), às 16h30, no cemitério municipal da cidade. O corpo de Fernanda foi descoberto por volta das 7h30h, pela Guarda Municipal. O local do crime, uma estrada de terra próxima ao cruzamento entre a Fazenda GB e a Fazenda Santo Antônio, foi isolado para preservar a cena do crime. A vítima foi encontrada em decúbito dorsal, com partes do corpo carbo

Jovem é encontrada parcialmente carbonizada em área rural de Conchal

Na manhã desta quinta-feira (30), por volta das 7h30, a Guarda Municipal acionou o Plantão da Polícia Civil após um popular, encontrar um corpo na área rural, bairro Conchal Velho. O Delegado de Polícia Dr. Luis Henrique e o Guarda Civil Municipal (GCM) Carneiro dirigiram-se ao local para conduzir as primeiras diligências. A equipe de perícia foi acionada. O local do crime, uma estrada de terra próxima ao cruzamento entre a Fazenda GB e a Fazenda Santo Antônio, estava isolado por duas viaturas da Guarda Municipal. Os GCMs Diego, Roberto Carlos, Lima, Macedo e Ponciano asseguraram a preservação da cena do crime. No cenário do incidente, o corpo de uma vítima do sexo feminino, aparentemente jovem ou adolescente, foi encontrado em decúbito dorsal, parcialmente carbonizado, no canto da via e próximo ao acostamento. A vítima estava trajando uma calça jeans de cor clara e calçava uma meia apenas no pé esquerdo, sem indícios de crime sexual. Nas proximidades do corpo, foram encon

Suspeito de Matar Mulher Encontrada Carbonizada em Conchal é Preso pela Polícia Civil

A Polícia Civil de Conchal, com o apoio da Guarda Civil Municipal, prendeu nesta segunda-feira (10), em Conchal, Adilson Canalli de Oliveira, suspeito de cometer o feminicídio de sua ex-companheira, Fernanda Cristina da Silva, de 27 anos . O crime ocorreu no dia 30 de maio de 2024. Segundo as investigações, Adilson teria assassinado Fernanda com golpes de chave de fenda e posteriormente carbonizado seu corpo. Durante a operação, duas crianças, filhos do casal, foram libertadas e uma camiseta com vestígios de sangue foi apreendida. Adilson havia sido destituído da guarda dos filhos e planejava fugir com eles após o crime. As crianças foram entregues à guardiã com o apoio do Conselho Tutelar. A prisão de Adilson foi possível após a Polícia Civil representar pela prisão preventiva, que foi deferida pelo Poder Judiciário. Após cometer o homicídio, Adilson fugiu e se ocultou, retornando para Conchal onde subtraiu as crianças. A Polícia Civil já havia apreendido o carro usado no crime,

Colisão entre duas motocicletas e um carro deixa um homem morto e feridos na Rodovia Mogi Mirim/Conchal

Um gravíssimo acidente de trânsito com morte e feridos foi registrado na manhã desta segunda-feira (27), entre os quilômetros 6/7 da Rodovia Wilson Finardi (SP-191), que liga os municípios de Mogi Mirim e Conchal. Três veículos se envolveram nas colisões, duas motocicletas e um automóvel. Às circunstâncias do acidente serão apuradas. Segundo as primeiras informações, uma motocicleta modelo Honda/Titan, que era conduzida por um homem, trafegava pela rodovia, e por razões a serem apuradas pelas autoridades, colidiu frontalmente contra um furgão Fiat/Fiorino que trafegava no sentido contrário. A colisão foi violenta, arremessando o condutor da motocicleta à alguns metros de distância, em uma área de gramado às margens da rodovia, ocasionando graves ferimentos. Uma segunda motocicleta Honda/Titan, que também era conduzida por um homem e trafegava pela pista, se envolveu no acidente. Os veículos ficaram parados no meio da rodovia e no acostamento. Chovia no momento do acidente. Outros m

Postagens mais visitadas deste blog

Horários (ponto a ponto) do ônibus circular e telefones úteis Conchal

Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos. Solicitamos aos leitores F5 que utilizam o transporte público em Conchal, para que nos comunique através do número de WhatsApp (19) 99153 0445, se forem encontradas divergências nos horários publicados abaixo, para que possamos editar. Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os horários apresentados nesta tabela representam horários aproximados do tempo de percurso de um ponto ao outro; Pode ocorrer variação de até 5 minutos para mais ou para menos.   Os hor

Tragédia no Trânsito de Conchal Deixa Mulher Morta e Família Clama por Justiça – Outros Quatro Acidentes Aconteceram no Final de Semana no Município

Um trágico acidente ocorrido na noite deste domingo (03) abalou a cidade de Conchal, deixando uma mulher de 56 anos morta. Neide Benedita de Campos foi atropelada enquanto atravessava a pé a avenida João Paulo II. O veículo envolvido, uma BMW branca, deixou o local do acidente. Segundo relatos de familiares ao F5, Neide estava a caminho da igreja quando foi atingida pelo veículo. Apesar dos esforços do SAMU, que a socorreu e a levou ao Pronto Socorro do hospital Madre Vannini, ela não resistiu aos ferimentos e veio a óbito pouco tempo após dar entrada. O motorista da BMW fugiu do local, mas populares anotaram a placa do veículo. A polícia já identificou o proprietário, que teria emprestado o carro a um amigo no momento do acidente. O condutor, conforme apurado pelo F5 nesta manhã de segunda-feira (04), deve se apresentar à polícia. A família da vítima clama por justiça, expressando preocupação de que a conexão do veículo com uma pessoa conhecida na cidade possa influenc

Acidente envolvendo dois veículos causa a morte de duas vítimas na Rod. Prof. Zeferino Vaz em Tujuguaba (Conchal)

  Duas pessoas perderam a vida e outras duas ficaram feridas na tarde desta quinta-feira (12), em um acidente envolvendo dois veículos na Rodovia Professor Zeferino Vaz, próximo ao distrito de Tujuguaba. O acidente aconteceu por volta das 17h30min, no   Km 174+900 da rodovia, no sentido Sul, em direção a Engenheiro Coelho. Os veículos, uma Amarok e uma Saveiro, seguiam no mesmo sentido quando a colisão ocorreu. No veículo Amarok, estavam um homem e uma mulher, que, apesar de sofrerem ferimentos leves, foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhados ao Hospital Madre Vannini, em Conchal. Suas identidades não foram divulgadas, porém, são moradores de Conchal. Infelizmente, a tragédia se abateu sobre os ocupantes da Saveiro, onde estavam dois homens que não resistiram aos ferimentos e entraram em óbito ainda no local do acidente. Os nomes das vítimas fatais e informações sobre suas origens ainda estão sob investigação, e seus corpos for

Homem encontrado morto em casa abandonada em Conchal é identificado

A polícia conseguiu identificar o homem encontrado morto na manhã desta segunda-feira (24), em uma casa abandonada na rua Camilo Chagas, em Conchal, após ser descoberto por um grupo de crianças que brincava na região. As autoridades foram imediatamente acionadas e estão investigando o caso como homicídio. Silvio Ricardo Ferreira de Melo, 46 anos de idade, morador de Conchal, foi encontrado amarrado com as mãos para trás e com a boca amordaçada, apresentando múltiplos ferimentos.   Segundo relatos, crianças teriam entrado na casa abandonada, para brincar, mas foram surpreendidas ao depararem-se com o corpo da vítima. Até o momento, as autoridades não confirmaram a forma como a vítima foi morta.  O caso está sendo tratado com a devida seriedade e cautela pelas autoridades, que pedem a colaboração da população para fornecer qualquer informação que possa ajudar nas investigações. Ainda é cedo para apontar suspeitos ou motivações para o crime, e a polícia está em busca de

Condutores de ambos os veículos envolvidos em acidente na SP 191, são moradores de Conchal

Um trágico acidente na noite deste sábado (13) na rodovia "Wilson Finardi" - SP-191, próximo ao Centro de Ressocialização, deixou duas pessoas mortas e uma pessoa ferida. Um casal de idosos, residentes do Distrito de Tujuguaba, foi vítima fatal do incidente, que envolveu dois os veículos. Segundo informações preliminares da polícia, o acidente ocorreu por volta das 19h30, quando um carro Volkswagen/Gol, conduzido por um homem de 72 anos, e sua esposa, de 70 anos. Infelizmente, houve uma colisão frontal com um Honda/Civic, também operado por um morador local. Os Bombeiros Militares de Mogi Guaçu e os Bombeiros Municipais de Mogi Mirim foram rapidamente acionados para prestar socorro, porém, lamentavelmente, o casal não resistiu aos ferimentos e veio a óbito no local do acidente. O condutor do Honda Civic, de 74 anos, foi encaminhado à Santa Casa com ferimentos leves. A Intervias, concessionária responsável pela administração da rodovia, também prestou os primeiros

Crianças Encontram Homem Morto em Casa Abandonada em Conchal

  Atualizando: Homem encontrado morto em casa abandonada em Conchal é identificado: leia mais AQUI Um homem foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (24). em uma casa abandonada na rua Camilo Chagas, em Conchal, após ser descoberto por um grupo de crianças que brincava na região. As autoridades foram imediatamente acionadas e estão investigando o caso como homicídio. Segundo relatos, as crianças teriam entrado na casa abandonada, para se divertirem, mas foram surpreendidas ao depararem-se com o corpo da vítima. Rapidamente, a Guarda Civil Municipal foi acionada, seguida pela chegada de uma equipe da Polícia Científica, investigadores e o delegado de polícia civil de Conchal. O homem foi encontrado amarrado com as mãos para trás e com a boca amordaçada, apresentando múltiplos ferimentos. Até o momento, as autoridades não confirmaram a forma como a vítima foi morta. A cena do crime foi isolada e a perícia foi realizada no local para colher evidências que possam ajudar a

Colisão frontal na Rodovia Wilson Finardi em Conchal, SP, resulta em uma fatalidade

Um trágico acidente ocorrido por volta das 17:30 desta sexta-feira (03) ceifou a vida de um homem, aparentando cerca de 25 anos de idade, na Rodovia Wilson Finardi (SP-191), no Km 14, em Conchal (SP). Segundo relatado por um dos envolvidos no acidente, um veículo Chevrolet/Corsa, com placa de Santo Antônio de Posse, conduzido pela vítima, seguia em direção a Conchal quando, durante uma manobra de ultrapassagem, colidiu frontalmente com uma carreta que transitava no sentido oposto, em direção a Mogi Mirim. O impacto da colisão foi tão intenso que um segundo caminhão, que vinha logo atrás, não conseguiu evitar a tragédia e acabou tendo seus pneus furados pelos destroços do veículo Corsa, que se espalharam pela pista. Apesar da gravidade do acidente, os motoristas dos caminhões envolvidos escaparam ilesos. Infelizmente, o condutor do carro não teve a mesma sorte e veio a óbito no local. O impacto foi tão severo que partes do veículo, incluindo parte do motor, ficaram espalhados

Vítima encontrada carbonizada em Conchal é identificada e residia no município

Na última quinta-feira (30),  uma mulher foi encontrada parcialmente carbonizada em uma estrada rural no bairro Conchal Velho. A vítima que residia no próprio município, foi identificada neste sábado (01), como sendo Fernanda Cristina da Silva, de 27 anos. A identificação foi confirmada através do exame dactiloscópico realizado pelo Instituto Médico Legal (IML). Esse procedimento utiliza as impressões digitais para cruzar informações com os dados nacionais de identificação pessoal, fornecendo à Polícia Civil a identidade da vítima. Fernanda Cristina da Silva era moradora de Conchal, e seu sepultamento está marcado para este sábado (1), às 16h30, no cemitério municipal da cidade. O corpo de Fernanda foi descoberto por volta das 7h30h, pela Guarda Municipal. O local do crime, uma estrada de terra próxima ao cruzamento entre a Fazenda GB e a Fazenda Santo Antônio, foi isolado para preservar a cena do crime. A vítima foi encontrada em decúbito dorsal, com partes do corpo carbo

Jovem é encontrada parcialmente carbonizada em área rural de Conchal

Na manhã desta quinta-feira (30), por volta das 7h30, a Guarda Municipal acionou o Plantão da Polícia Civil após um popular, encontrar um corpo na área rural, bairro Conchal Velho. O Delegado de Polícia Dr. Luis Henrique e o Guarda Civil Municipal (GCM) Carneiro dirigiram-se ao local para conduzir as primeiras diligências. A equipe de perícia foi acionada. O local do crime, uma estrada de terra próxima ao cruzamento entre a Fazenda GB e a Fazenda Santo Antônio, estava isolado por duas viaturas da Guarda Municipal. Os GCMs Diego, Roberto Carlos, Lima, Macedo e Ponciano asseguraram a preservação da cena do crime. No cenário do incidente, o corpo de uma vítima do sexo feminino, aparentemente jovem ou adolescente, foi encontrado em decúbito dorsal, parcialmente carbonizado, no canto da via e próximo ao acostamento. A vítima estava trajando uma calça jeans de cor clara e calçava uma meia apenas no pé esquerdo, sem indícios de crime sexual. Nas proximidades do corpo, foram encon

Vídeo: Indivíduo invade velório em Conchal, desrespeita momento de consternação e é contido por familiares indignados

Vídeos chocantes (assista abaixo) começaram a circular nas redes sociais no final da tarde desta segunda-feira (6), mostrando dezenas de pessoas enfurecidas batendo em um indivíduo na porta do velório municipal de Conchal. O que deveria ser um momento de despedida e luto se transformou em cena de violência devido à atitude irresponsável de um indivíduo embriagado. Familiares e amigos reuniam-se para prestar as últimas homenagens a uma jovem de apenas 28 anos, vítima de um trágico acidente ocorrido na última sexta-feira (3) na rodovia SP 332. A jovem perdeu a vida em um incidente causado por um cavalo que invadiu a pista. Contudo, a atmosfera de tristeza foi abruptamente interrompida quando um indivíduo visivelmente embriagado invadiu o local do velório, desrespeitando o momento de dor e luto dos presentes. Os relatos dos presentes indicam que, mesmo após ser solicitado a deixar o local, o indivíduo recusou-se e começou a proferir palavras de baixo calão, desencadeando revolta ent