Novidade!

Autora de fake news sobre caixões vazios pode pegar 9 anos de prisão


A Polícia Civil informou, nesta terça-feira (5), que a autora do vídeo falso sobre caixões de supostas vítimas de covid-19 encontrados com pedras, em Belo Horizonte, poderá responder por três crimes e ser condenada a até nove anos de prisão.

 

Peritos ainda trabalham para encontrar a responsável pela gravação viralizada em redes sociais na última semana.

 

A autora do vídeo, segundo o delegado Wagner Sales, pode responder pelos crimes de denunciação caluniosa, difamação contra o prefeito de Belo Horizonte, que é citado na filmagem, e pela contravenção penal de propagação de pânico. Além de prisão, a Justiça pode determinar o pagamento de multa, com valor a ser analisado pelo juiz.

 

Veja vídeo abaixo:


 

Durante coletiva para detalhar o processo de investigação, os delegados Wagner Sales e Rodrigo Damiano, do Primeiro Departamento de Polícia Civil da capital mineira, explicaram que o serviço de inteligência vai comparar sotaques de regiões do interior do Minas e monitorar dados de redes sociais para conseguir chegar até a suspeita.

 

Sales, coordenador do inquérito, explica que, embora a gravação possa ter sido feita em outro Estado, os policiais precisam seguir os sinais já detectados. Na filmagem, a mulher deixa a entender que fala de Minas Gerais.

 

— A investigação sempre parte do princípio do mais fácil para o mais complexo. Nós vamos considerar que este sotaque seja verdadeiro e, em um segundo momento, caso não seja evidenciado, a gente passa para a possibilidade dele ter sido forjado.

 

O responsável pelas investigações ainda ressalta que as pessoas que compartilharam a gravação também podem receber as mesmas penas, já que se trata de um crime contra a honra.

 

A Polícia Civil faz um apelo para que a responsável pela gravação se apresente em qualquer delegacia para prestar esclarecimentos. Caso isto não aconteça, o delegado pode pedir a prisão preventiva da mulher ao final da investigação, mesmo sem a identificação da suspeita.

 

— O que a gente precisa e busca é saber os motivos e o porquê desse tipo de conduta no momento em que a sociedade passa por tanta dificuldade. As pessoas sofrem com as consequências econômicas e sanitárias do coronavírus e uma pessoa, de forma irresponsável e criminosa, vem nas redes sociais produzir, publicar e propagar esse tipo de vídeo.

 

Segundo a Polícia Civil, quem tiver informações sobre o paradeiro da mulher que aparece nas imagens pode denunciar, anonimamente, pelo telefone 181. Sales, contudo, pede ponderação por parte da população, para que não haja perseguições e exposição de pessoas inocentes.

 

— A gente sugere que a população de bem aja com responsabilidade. Um ato irresponsável não pode gerar outro ato irresponsável.

 

Para que a responsável pela gravação responda por difamação, o prefeito de Belo Horizonte, que é citado no vídeo, precisa fazer a denúncia contra ela. A reportagem procurou a equipe de Alexandre Kalil (PSD) para comentar a situação, mas ainda não teve retorno.

Fonte: R7




 

 

Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Prefeitura de Conchal faz aquisição histórica de tomógrafo – A cidade entra para lista dos pouquíssimos municípios do Estado de SP, com menos de 30 mil habitantes, a possuir o próprio equipamento na rede pública

Partidários escolhem Eliane Moretti para vice do pré-candidato a prefeito Capitão Pedro Maiochi (Podemos)

Indivíduo que traficava há 2 semanas é preso no Parque Industrial em Conchal

Homem fere companheira com facada e é preso em Conchal

Força Tática retira drogas de circulação com prisão de traficante denunciado pela população em Leme, SP

Idosa flagrada dirigindo cadeira de carrinho elétrico em rodovia só queria dar um abraço na filha em Limeira, SP

Linha Conchal/Tujuguaba volta a circular a partir da próxima segunda-feira (14). Veja horários

SP pode registrar ‘chuva preta’ com chegada de fumaça do Pantanal nesta semana

Cerca de 15 carros aparecem em pedreira desativada após diminuição do nível de água

Detran.SP oferece documento de licenciamento do veículo 100% digital

Todas as Publicações

Mostrar mais