Novidade!

Brasil deve sair do ranking das 10 maiores economias do mundo em 2020



A crise gerada pelo novo coronavírus e a forte desvalorização do real ante o dólar devem tirar o Brasil do exclusivo grupo das 10 maiores economias do mundo em 2020, segundo estudo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulo Vargas (Ibre-FGV). Os pesquisadores Marcel Balassiano e Claudio Considera levaram em consideração dados divulgados pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) para estimar o encolhimento da economia no próximo ano. De acordo com as previsões, o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro reduzirá, em dólares, 28,3% no próximo ano, saindo de US$ 1,8 trilhão em 2019 para US$ 1,4 trilhão em 2020. O tombo jogará o país do atual 9º lugar para a 12ª colocação das economias mais pujantes do globo, sendo ultrapassado pelo Canadá, Coreia do Sul e Rússia.



Este será o pior resultado ao Brasil em anos. Em 2011, o país estava na 7ª colocação, posto que manteve até 2014, quando estourou a recessão. Entre 2015 e 2016 o Brasil caiu para o 8º lugar, e no ano seguinte regrediu para a penúltima posição das 10 maiores economias. A lista para 2020 continua liderada pelos Estados Unidos (US$ 20,8 trilhões), na frente da China (US$ 15,2 trilhões), Japão (US$ 4,9 trilhões), Alemanha (US$ 3,8 trilhões) e Reino Unido (US$ 2,6 trilhões). A segunda metade é puxada pela Índia (US$ 2,6 trilhões) seguida pela França (US$ 2,6 trilhões), Itália (US$ 1,8 trilhão), Canadá (US$ 1,6 trilhão) e Coreia do Sul (US$ 1,6 trilhão). A Rússia, na 11ª colocação, deve somar PIB de US$ 1,5 trilhão.



Apesar de agravar a situação, a pandemia da Covid-19 não é totalmente responsável pela retração nacional. Segundo o estudo, mesmo sem a disseminação da doença, a década atual seria a com o pior desempenho econômico nos últimos 120 anos. Entre os anos de 2011 e 2020 o crescimento será nulo. Os pesquisadores ainda citam a volta do país ao déficit primário em 2014, após 16 anos de maior lucro do que prejuízo nas contas. A dívida pública também passou de 50% do PIB em 2013 para 75% em 2018. Para este ano, o Banco Central estima que o índice chegue a 96% de todas as riquezas produzidas no país. “O problema é que o Brasil já estava num patamar alto antes do coronavírus. Incertezas fiscais sobre teto dos gastos, programa social pós- auxílio emergencial, reformas, tudo isso aumenta
o risco e a incerteza, impactando no câmbio. Isto é, essa forte desvalorização cambial, aumento do risco, são reflexos dos problemas brasileiros”, afirma os pesquisadores.



A economia brasileira tombou 9,7% no segundo trimestre deste ano, o pior desempenho da história para o período. Somado com a queda dos três primeiros meses do ano, o país encerrou o semestre com recudo de 5,9% na soma de todas as riquezas produzidas em relação a igual período de 2019, também o resultado mais baixo já registrado. Em outubro, o FMI revisou a queda do PIB brasileiro para queda de 5,8%, ante estimativa de recuo de 9,1% em junho. Apesar do cenário menos pessimista, a autoridade monetária estima que o país terá recuperação mais lenta que os pares emergentes.

*Com informações de Jovem Pan.









Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Polícia Militar e Guarda Civil Municipal realizam operação integrada de combate ao crime em Conchal, SP

Quadrilha tenta assaltar bancos e troca tiros com a polícia em madrugada de terror em Araraquara, SP

Polícia Civil apreende drogas e armas em Conchal

Mulher de 36 anos é morta a tiros pelo filho adolescente em SP

Colisão traseira termina em capotamento de veículo e uma vítima leve na Rodovia Anhanguera

Cachorro que fugiu de casa teve a melhor reação quando foi “preso” pela polícia

ROCAM e Força Tática estouram ponto de preparo e venda de drogas e detém quatro por tráfico em Araras, SP

Acidente entre ônibus e caminhão em Taguaí teve o maior número de mortes nas rodovias de SP neste ano, diz PM

ROCAM apreende menor por tráfico de drogas após receber informações de PM de folga em Araras, SP

Força Tática prende traficante de drogas com apoio da ROCAM durante patrulhamento em Araras, SP

Todas as Publicações

Mostrar mais