Novidade!

Constantino é demitido da Jovem Pan após fala sobre estupro - Assista ao vídeo




A Jovem Pan anunciou hoje que o jornalista Rodrigo Constantino foi demitido do quadro de comentaristas da empresa após comentários a respeito do caso de Mariana Ferrer — as falas renderam muitas críticas e repercutiram negativamente nas redes sociais.

Em nota, a Jovem Pan afirmou que acredita que "a vítima não deve ser responsabilizada pelos atos de seu agressor" e comunicou a demissão de Constantino:



Diante do ocorrido nesta quarta-feira em uma live independente promovida fora de nossas plataformas por um de nossos comentaristas, o Grupo Jovem Pan esclarece que desaprova veementemente todo o conteúdo publicado nos canais pessoais e apresentado nessa live. Reafirmamos que as opiniões de nossos comentaristas são independentes e necessariamente não representam a opinião do Grupo Jovem Pan.

"Reafirmamos que as opiniões de nossos comentaristas são independentes e necessariamente não representam a opinião do Grupo Jovem Pan. No caso de Mariana Ferrer, defendemos que a vítima não deve ser responsabilizada pelos atos de seu agressor, apesar do respeito que todos nós devemos ter às decisões judiciais", continua o comunicado.



"Em consequência do episódio, na tarde desta quarta-feira (4/11) Rodrigo Constantino foi desligado de nosso quadro de comentaristas", finaliza a Jovem Pan.

Em seu perfil do Twitter, Constantino declarou que a emissora não resistiu à pressão feita pelo público e negou ter feito apologia ao estupro: "A pressão foi tão grande sobre a Jovem Pan, distorcendo claramente minha fala, que não resistiram", diz no texto. Assista o vídeo clicando aqui.



A princípio, Rodrigo chegou a agradecer a Jovem Pan "pelo espaço live, pela confiança". Na sequência, no entanto, após a rádio soltar uma nota oficial, o jornalista partiu para o ataque. "Assim, meu respeito cai um tantinho, turma. Jornalismo? Então vamos lá: quem viu a live sabe que não falava do caso particular da Ferrer", escreveu.

O comentário de Constantino Durante uma transmissão ao vivo publicada em seu canal no YouTube, Constantino disse que não faria denúncia se a filha dele tivesse sofrido um estupro enquanto estivesse bêbada — o comentarista abordou, na manhã de hoje, a absolvição de André de Camargo Aranha, acusado de estuprar Mariana Ferrer em 2018. 



Mais cedo, o jornalista também comparou o caso da jovem ao ato de dirigir embriagado.

Pressão na Record Depois do anúncio da saída de Rodrigo da Jovem Pan, se iniciou nas redes uma campanha para que ele fosse demitido também da Record. Ele faz participações nos programas de TV da emissora e também escreve no portal R7.



Procurada pelo UOL para comentar o assunto, a Record disse ainda não ter um posicionamento sobre o caso. Assim que a emissora se pronunciar, o texto será atualizado. 

*Com informações de UOL.




Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Polícia Civil apreende drogas e armas em Conchal

Polícia Militar e Guarda Civil Municipal realizam operação integrada de combate ao crime em Conchal, SP

Quadrilha tenta assaltar bancos e troca tiros com a polícia em madrugada de terror em Araraquara, SP

Mulher de 36 anos é morta a tiros pelo filho adolescente em SP

Colisão traseira termina em capotamento de veículo e uma vítima leve na Rodovia Anhanguera

ROCAM e Força Tática estouram ponto de preparo e venda de drogas e detém quatro por tráfico em Araras, SP

Acidente entre ônibus e caminhão em Taguaí teve o maior número de mortes nas rodovias de SP neste ano, diz PM

GCM resgata menor desaparecida em casa de prostituição no interior de SP

Prefeitura de Conchal pede para a população economizar água

Após denúncias, pug furtada em Conchal é resgatada em Araras

Todas as Publicações

Mostrar mais