Novidade!

Estado de SP tem mais de 200 candidatos com patrimônio acima de R$ 1 milhão que receberam auxílio emergencial, diz TCU



O estado de São Paulo tem ao menos 208 candidatos a vereador, prefeito e vice-prefeito que declararam renda superior a R$ 1 milhão, mas que constam na lista do Ministério da Cidadania como beneficiários do auxílio emergencial do governo federal, segundo auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

O órgão cruzou a lista de bens declaradas pelos candidatos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o cadastro do auxílio emergencial e constatou quase 11 mil candidatos em todo o país, que têm patrimônio superior a R$ 300 mil, mas que receberam o auxílio emergencial, seja na forma inicial de R$ 600 ou os R$ 300 residuais do programa. São Paulo e Minas Gerais são recordistas nas irregularidades (veja vídeo abaixo).



Em São Paulo, o TCU detectou que 1.980 candidatos em todo o estado estão na lista de beneficiários do auxílio emergencial e têm patrimônio declarado acima de R$ 300 mil. Do total, 37 são candidatos ao cargo de prefeito, 48 de vice-prefeito e 1.895 de vereador.

Nesse grupo de 1.980, 208 são candidatos com patrimônio declarado de mais de R$ 1 milhão. O caso que chama mais atenção em São Paulo é o de um candidato a vereador da cidade de Espírito Santo do Pinhal, que tem o patrimônio declarado de R$ 13,5 milhões, mas que estava recebendo o auxílio residual de R$ 300 do governo federal.



Entre os bens declarados desse candidato há três fazendas avaliadas em R$ 3 milhões cada, mas o nome dele aparece entre os beneficiários do auxílio emergencial, solicitado através do aplicativo da Caixa Econômica Federal.

Em todo o país, o TCU identificou ao menos 1.320 candidatos com o patrimônio superior a R$ 1 milhão, além de outros 2.525 que declararam ao TSE patrimônio de até R$ 750 mil.



Limite de R$ 300 mil de patrimônio

A auditoria considerou o valor de R$ 300 mil porque uma medida provisória assinada em setembro deste ano passou a vetar a concessão do benefício a quem declarou bens a partir de R$ 300 mil em 31 de dezembro de 2019.

“Causa perplexidade imaginar que uma pessoa que tenha patrimônio dessa monta e, mesmo assim, se disponha a solicitar o recebimento de auxílio emergencial possa vir a ser eleito e gerir a coisa pública e a vida da comunidade", diz o ministro do TCU, Bruno Dantas, que investiga as irregularidades envolvendo o auxílio emergencial.



Segundo o TCU, o levantamento com os quase 11 mil candidatos que receberam o irregularmente o auxílio foi encaminhado ao Ministério da Cidadania, que já começou a cortar o pagamento do benefício para o grupo. O órgão alerta, porém, que há risco de erro de preenchimento pelo candidato da declaração do TSE e até mesmo de fraudes estruturadas com dados de terceiros.

“Só o Ministério da Cidadania pode confirmar se o pagamento é indevido e só o TSE pode confirmar eventuais crimes eleitorais. O papel do TCU é garantir o bom uso do dinheiro público”, afirmou o tribunal.



Na capital paulista, o TCU identificou 48 candidatos com indícios de renda incompatível para o recebimento do auxílio emergencial. Todos são candidatos a vereador e ao menos 7 deles tem renda superior a R$ 1 milhão.

“Quando se fala de cidadãos brasileiros que se apresentam nas eleições com uma proposta de representação popular, não basta que esses candidatos respeitem a lei; é preciso que eles tenham o senso de moralidade acima da média. E de modo que quando nos deparamos de uma lista como essa, é algo que nos dá preocupação e uma certa repugnância”, afirmou o ministro Bruno Dantas em entrevista ao Jornal Nacional.

*Com informações de G1.









Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Quadrilha tenta assaltar bancos e troca tiros com a polícia em madrugada de terror em Araraquara, SP

Mulher de 36 anos é morta a tiros pelo filho adolescente em SP

Colisão traseira termina em capotamento de veículo e uma vítima leve na Rodovia Anhanguera

Polícia Militar e Guarda Civil Municipal realizam operação integrada de combate ao crime em Conchal, SP

Cachorro que fugiu de casa teve a melhor reação quando foi “preso” pela polícia

ROCAM e Força Tática estouram ponto de preparo e venda de drogas e detém quatro por tráfico em Araras, SP

Acidente entre ônibus e caminhão em Taguaí teve o maior número de mortes nas rodovias de SP neste ano, diz PM

ROCAM apreende menor por tráfico de drogas após receber informações de PM de folga em Araras, SP

Força Tática prende traficante de drogas com apoio da ROCAM durante patrulhamento em Araras, SP

Policia Civil recupera moto furtada na casa de menor

Todas as Publicações

Mostrar mais