Programa dos EUA entrevista Dilma e Moro e fala sobre Lava Jato

A reportagem comparou as investigações no Brasil ao caso Watergate, que derrubou o presidente Richard Nixon e mais de 90 congressistas nos anos 70


O juiz federal Sergio Moro, a ex-presidente da República Dima  Rousseff (PT) e procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato foram entrevistados pelo programa norte-americano “60 minutes”, da rede de televisão CBS, exibido no domingo, 21.
A reportagem comparou as investigações no Brasil ao caso Watergate, que derrubou o presidente Richard Nixon e mais de 90 congressistas na década de 1970.
No programa, o juiz Moro afirmou que nenhum réu será julgado pela opinião política que tem, ao se referir ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
A ex-presidente Dilma, por sua vez, disse que nada sabia sobre os casos de corrupção que ocorreram na Petrobras durante seu governo e que foram descobertos pela Lava Jato.
Perguntado sobre Lula, que acusa Moro de fazer um julgamento com motivações políticas contra ele, o juiz negou as acusações do petista. “Ninguém vai ser julgado por causa de sua opinião política. O ex-presidente Lula vai ter todas as oportunidades que a lei dá para apresentar sua defesa”, disse o magistrado. No último dia 10, Lula prestou depoimento a Moro pela primeira vez em uma das ações em que é réu na Operação.
O juiz criticou as tentativas do Congresso brasileiro em aprovar leis para proteger políticos dos avanços das investigações. Moro respondeu positivamente quando o jornalista Anderson Cooper afirmou que há muitos “interesses poderosos” que querem ver todas as investigações acabarem. “Sim. Mas é nossa responsabilidade não permitir que eles façam isso. Temos de enfrentar o problema. E, encarando isso, acho que teremos um País melhor”, respondeu Moro.
Quando falou sobre a delação de Paulo Roberto Costa, o primeiro a celebrar um acordo de colaboração premiada na Lava Jato, Moro disse que o depoimento do ex-diretor da Petrobras representava um ponto das investigações em que, a partir dali, era impossível voltar atrás.
Moro disse ainda que mandou prender executivos de empresas antes do julgamento das ações porque “era preciso fazer algo grande” para parar a difusão da corrupção no Brasil.
Dilma Rousseff, na mesma reportagem, negou que sabia o que as pessoas praticavam de errado na Petrobras enquanto governou o País. “Veja bem: eu não sabia”, disse a ex-presidente. Ela negou que tenha recebido propina, reforçou que não é acusada de receber propina nem de ter conta no exterior.
O coordenador da força tarefa da Lava Jato no Ministério Público Federal (MPF), Deltan Dallagnol, também entrevistado no programa, afirmou que a Lava Jato é “muito, muito maior” que o escândalo de Watergate. “Já cobramos mais de 200 pessoas por centenas de crimes. A quantidade de propina paga vai até aproximadamente US$ 2 bilhões”, disse.
Temer
O programa “60 minutes” citou as denúncias feitas pelo empresário Joesley Batista, dono do Grupo JBS, contra o presidente Michel Temer (PMDB).
Ao falar da gravação da conversa entre os dois, a reportagem citou que o escândalo levou o mercado de ações a mergulhar e o caso tem potencial para levar o presidente ao impeachment.
O jornalista Anderson Cooper disse ainda que as coisas “só pioraram” no governo após o impeachment de Dilma Rousseff.
Fonte: Exame.com  




Comentários

Leia também...

Policia Civil de Conchal prende homem que vendia carne furtada do Frigorífico Morro Grande

Policia Civil de Conchal estoura mais um ponto de tráfico no conjunto habitacional Ângela Maria Vivaldini Caleffi (Predinhos do CDHU - bloco C)

Conchal inicia aulas em salas descentralizadas da ETEC “Pedro Ferreira Alves”

Estado de São Paulo corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

Dia dos Pais com o Maestro: João Carlos Martins e Orquestra estarão em Conchal, dia 12 de agosto

Idosos fogem de casa de repouso para ir a festival de heavy metal

Caminhão derruba parte de pedágio na Bandeirantes. Veja vídeo do momento do acidente.

PLANTÃO DE VENDAS NO LOCAL

PLANTÃO DE VENDAS NO LOCAL
VISITE O APARTAMENTO DECORADO