“Auditoria Interna aponta indícios de desvio de recursos e apropriação indébita na Gestão de Valdeci Aparecido Lourenço”
Colaboração: Gean Mendes – f5conchal@gmail.com

A segunda reunião de apresentação dos trabalhos que estão sendo feitos pela Comissão Municipal de Auditoria Interna, foi realizada na ultima quarta-feira (21/06).
A diretora do departamento de finanças Dalva Suely Guerra Pulz, representantes da imprensa, do Lions Clube Conchal e todos os vereadores da         Câmara Municipal de Conchal estiveram presentes, exceto os vereadores Robinho e Pastor Joais.

A Comissão apurou que a contribuição previdenciária dos servidores municipais (11%), referente a competência de novembro de 2016 (gestão Valdeci), no valor de R$ 223.887,48 (Duzentos e vinte e três mil, oitocentos e oitenta e sete reais e quarenta e oito centavos), foi descontado da folha de pagamento dos funcionários e não foi repassada aos cofres do ColchalPrev.
Diante das informações apuradas pela Comissão de Auditoria, foi instaurada uma sindicância para apurar se a infração foi cometida pelos servidores públicos, porém o processo foi arquivado, pois os fatos não configuraram infrações disciplinares. A sindicância comprovou que, a autorização do desconto em folha de pagamento dos servidores e não repassados ao instituto de previdência (Conchalprev), foi exclusivamente realizado pelo chefe do poder executivo Valdeci Aparecido Lourenço, ex-prefeito de Conchal.
Diante dos fatos, perguntamos para à Sra. Dalva Suely (diretora do departamento de finanças), o que foi feito com o dinheiro que foi descontado da folha de pagamento dos servidores e não foi repassado para o Conchalprev?
Dalva nos informou que o dinheiro foi utilizado para o pagamento do salário dos servidores e que as despesas na gestão anterior, superaram os valores arrecadados pelo município.
O Vereador Wagner Lozano perguntou para a diretora de finanças, se houve queda na receita em 2016?
Dalva tornou a responder, que não houve queda de receita e sim, aumento nas despesas. O caso foi denunciado ao MP (Ministério Público) no dia 02/03/17.

NOTA F5


No mês de dezembro de 2016, o ex-prefeito Valdeci , permitiu os descontos na folha de pagamento dos servidores e também não repassou o dinheiro da contribuição previdenciária e do décimo terceiro para o Conchalprev. A Comissão de Auditoria Interna informou que levará este caso, que é bem parecido com o anterior, ao conhecimento do Ministério Público. Logo que a denúncia for concretizada, traremos novas informações.



Comentários

Leia também...

Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar pai dentro de presídio no Ceará

"Censura" - PSOL partido aliado do PT pede para TSE suspender funcionamento do WhatsApp em todo país

“Quem tem o apoio de milhões de brasileiros não precisa pagar”, disse estrategista digital de Bolsonaro

Rotary Club de Araras Sul organiza a 1a. Noite Carré e Picanha

Moro diz que não tentou influenciar eleição e acusa petistas de intimidação

Após Sindicância Interna ex- diretora de educação de Conchal Mariana Mani Moura foi exonerada do quadro de servidores do município

Bolsonaro acrescenta em seu plano de governo o 13º salário para os beneficiários do Bolsa Família

Acreditando que os brasileiros têm memória fraca e subestimando a inteligência do eleitor, PT muda estratégia e tira nome de Lula e cor vermelha de campanha

Saúde de Conchal promove Campanha Outubro Rosa

Todas as Publicações

Mostrar mais