SENADORA CRIA PROJETO DE LEI QUE PREVÊ DEMISSÃO DE SERVIDORES CONCURSADOS EM TODO O PAÍS!

Colaboração: Gean Mendes f5conchal@gmail.com

Funcionalismo terá que obrigatoriamente passar por um teste a cada seis meses. Quem não alcançar as notas estabelecidas no novo regulamento será mandado embora. Na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), medida deve receber decisão terminativa: se aprovada, não precisará ser votada em Plenário e poderá seguir para a Câmara dos Deputados.

A senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE) apresentou o Projeto de Lei nº 116/2017, que prevê a demissão de servidores públicos concursados, inclusive dos que já passaram e foram aprovados em  estágio probatório. Segundo o Artigo 1º: “Subordinam-se ao regime desta Lei Complementar todos os órgãos e entidades da Administração Pública direta, autárquica e fundacional de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.”
Notícia sobre o tema foi publicada no dia 11/06, na Agência Senado. Maria do Carmo Alves é da base aliada do PresidenteTemer (PMDB) e votou pelo afastamento da presidenta Dilma Rousseff (PT), sob a alegação de que era preciso criar “um novo Brasil”.
Pelo projeto da senadora, os servidores públicos do país terão que passar, semestralmente, por uma “avaliação de desempenho”. Todos os que receberem notas inferiores a 30% em quatro avaliações consecutivas perderão seus cargos, independentemente de se são concursados e estáveis ou não. Também perderá o cargo aquele que tiver desempenho inferior a 50% em cinco das últimas dez avaliações. Detalhe: o chefe imediato do servidor, indicado politicamente, inclusive sem concurso público, é quem fará a tal “avaliação”.  O projeto está tramitando em tempo rápido e atualmente encontra-se na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (Secretaria de Apoio à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania).


Imagem: Internet 




Comentários

Leia também...

Veículo atropela jovem com bicicleta em Conchal

Quatro ex-coroinhas denunciam padre Leandro Ricardo por abuso sexual em Araras, SP

Reforma da Previdência - Professores, policiais federais e trabalhadores rurais terão idade mínima igual para homens e mulheres

Rio Tietê transborda após chuva e lixo invade ruas de Salto (SP)

Brasil - Carnaval deve movimentar R$ 6,78 bilhões e gerar 23,6 mil vagas temporárias, prevê CNC

Sinalização do pedágio automático nas rodovias tem readequação

Jovem que teve testa tatuada em 2017 é detido por suspeita de furto em São Bernardo do Campo, SP

PEC 287 - Coronel Elias Miler da Silva, rejeitou chamar essas diferenciações de privilégios, afirmando se tratar de “medidas compensatórias"

Ex-policial militar é morto durante troca de tiros com a PM em Conchal

Conchal - Sua conta de água veio com valores acima do normal? Saiba como proceder

Todas as Publicações

Mostrar mais