Proposta de cobrança de impostos sobre o vento avança na Câmara

Uma Proposta de Emenda à Constituição surreal criada pelo socialista Heráclito Fortes (PSB-PI) – “boca mole” na planilha da Odebrecht – avançou esta semana na Câmara dos Deputados. A PEC 97/2015 http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=1584970determina que o vento seja estatizado e haja pagamento de impostos sobre o seu uso.
Deputado federal Heráclito Fortes (PSB-PI), o “boca mole”, autor da PEC 97/2015

De acordo com a justificativa da proposta http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=1362665&filename=PEC+97/2015
os ventos são um “recurso que pertence a todo o povo brasileiro” e, portanto, “os parques eólicos que produzem energia elétrica a partir dos ventos (…) devem gerar compensação financeira” à União. Para viabilizar a cobrança de impostos sobre o vento, o projeto “transforma o potencial energético dos ventos em patrimônio da União, ensejando o pagamento de royalties pela sua exploração”.
O texto também determina que a renda da “participação governamental” sobre o vento “deverá ser distribuída na forma de compensação financeira aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios onde ocorre a exploração da energia eólica, bem como a órgãos da administração direta da União”.
Criada em 2015, a PEC 97/2015 passou quase dois anos e meio parada na Câmara, mas foi retomada por outro socialista – Tadeu Alencar (PSB-PE) – em outubro. Em seu parecer como relator http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=1607414&filename=Tramitacao-PEC+97/2015na “Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania” (CCJC) da Câmara, Tadeu afirmou que o uso do vento é uma “atividade econômica que afeta diretamente direitos do povo brasileiro” e “utiliza recursos naturais pertencentes ao conjunto da sociedade”, portanto, deve pagar “compensação financeira aos entes da federação”.
O parecer de Tadeu Alencar foi aprovado na CCJC na quarta-feira (06) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), determinou que seja criada uma comissão especial http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra?codteor=1629744&filename=Tramitacao-PEC+97/2015 para analisar a proposta antes que seja encaminhada ao plenário da Câmara para votação.

Fonte: http://www.ilisp.org


Comentários

Leia também...

Policia Civil prende seis indivíduos suspeitos de serem os responsáveis pela onda de crimes acontecidos em Conchal nos últimos meses

Policia Militar e GCM de Conchal apertam o cerco contra o crime e realizam operações em Conchal

Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar pai dentro de presídio no Ceará

Relógios se alteraram automaticamente durante a madrugada e confundiram os usuários na manhã deste domingo (21)

"Censura" - PSOL partido aliado do PT pede para TSE suspender funcionamento do WhatsApp em todo país

Sancionada lei que dispensa reconhecimento de firma e autenticação de documento em órgãos públicos

Prefeitura de Conchal segue com recapeamento na Avenida João Paulo II

“Quem tem o apoio de milhões de brasileiros não precisa pagar”, disse estrategista digital de Bolsonaro

Jovens conchalenses recebem certificados de conclusão do curso da Oficina do Jornalismo F5 (2018)

ETEC abre inscrições para Vagas Remanescentes do 2º Módulo dos cursos técnicos de Administração e Recursos Humanos em Conchal

Todas as Publicações

Mostrar mais