Relator mantém condenação de Lula por corrupção e lavagem de dinheiro e aumenta pena; julgamento continua.


O desembargador João Pedro Gebran Neto manteve a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção e lavagem de dinheiro. Ele rejeitou integralmente os recursos apresentados pela defesa durante o julgamento realizado no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, nesta quarta-feira (24).
O voto de Gebran, que é o relator do processo, foi concluído após três horas e meia de leitura. O texto tinha 430 páginas e não chegou a ser lido na íntegra. A sessão continua e mais dois desembargadores ainda darão os seus votos. A sessão foi interrompida e será retomada às 15h.
Gebran Neto determinou pena final de 12 anos e 1 mês de reclusão e 280 dias multa para o ex-presidente. Anterioremente, a pena foi estipulada por Sérgio Moro em 9 anos e seis meses. Ele determinou ainda que a execução da pena se dará após recursos cabíveis no próprio TRF-4.
Fonte: G1


Comentários

Leia também...

Pobreza no Brasil cresceu quase 4% – número de atingidos passou de 52,8 milhões em 2016 para 54,8 milhões em 2017. Já pobreza extrema aumentou 13%, passando a atingir 15,3 milhões.

Corpo é encontrado às margens do Rio Mogi Guaçu nas imediações do Bairro Arurá

Câmara aprova permissão para municípios estourarem limite de gastos com pessoal

Policia Civil prende seis indivíduos suspeitos de serem os responsáveis pela onda de crimes acontecidos em Conchal nos últimos meses

Colisão entre carreta da Umaflex e um ônibus escolar deixam vitimas em Santa Bárbara (Bahia) nesta manhã de Domingo (25)

Família procura desesperadamente por jovem desaparecido desde Domingo (12/11)

Prefeitura de Conchal Emite Nota de Esclarecimento referente às obras do Lago Municipal.

Bandidos explodem Agencia Santander em Conchal nessa madrugada

Duas Chapas São Formadas para Disputa da Presidência da Câmara de Conchal

Todas as Publicações

Mostrar mais