Tradicional "Bloco das Piranhas" vive a incerteza de sair às ruas esse ano de 2018
Imagens do bloco no ano passado (2017)

Imagens do bloco no ano passado (2017)
Conchal é uma das poucas cidades da nossa região que ainda consegue manter o carnaval de rua, resistindo às mudanças de um país em crise financeira, política e cultural.
O carnaval é considerado uma das festas populares mais animadas e representativas do mundo. Tem sua origem no entrudo português, onde, no passado, as pessoas jogavam uma nas outras, água, ovos e farinha. O entrudo acontecia num período anterior a quaresma e, portanto, tinha um significado ligado à liberdade. Este sentido de liberdade permanece até os dias de hoje. No entanto, o samba foi substituído por música eletrônica e, as tradicionais marchinhas de carnaval foram substituídas pelo funk.
Mesmo com tantas mudanças, Conchal se tornou referência em nossa região, graças ao desfile do "Bloco da Piranhas", que é formado por homens trasvestidos de mulher, ou mulheres que se vestem com roupas masculina, saindo às ruas do centro da cidade ao som das tradicionais marchinhas de carnaval tocadas em um "carro de som" e, com o acompanhamento do tradicional  grupo do "Unidos das Ruas das Rosas". Em todo o trajeto é servido cerveja em lata que geralmente são custeadas com a arrecadação das inscrições dos foliões, apoio do comercio local, tendo os troféus, medalhas, canecas e camisetas patrocinadas com recurso próprio de membros do poder público, geralmente o prefeito da cidade.
Após trinta anos de história, arrastando público de diversas cidades da região, levando as famílias conchalenses ao centro da cidade para assistirem ao desfile das "piranhas", que geralmente acontece no ultimo dia de carnaval, o "Bloco" não poderá apresentar-se com a mesma estrutura.
Isso se deve ao fato, de não terem estrutura financeira para custear a apresentação, que não pôde contar com o apoio da prefeitura municipal e nem mesmo com o apoio do prefeito da cidade.
Sem dinheiro para o custeio do som, camisetas, canecas, troféus e medalhas, o bloco de forma incerta deverá concentrar-se na Rua São Paulo, próximo ao posto de gasolina e as bebidas dos participantes, não mais, serão gratuitas, cada um terá que pagar pelo próprio consumo.
O F5 Conchal entrou em contato com representantes da prefeitura: 
Fomos informados, que não foi formalizado junto a prefeitura, nenhum pedido de apoio ao evento por parte dos organizadores do bloco.




Imagens do bloco no ano passado (2017)

Imagens do bloco no ano passado (2017)

Imagens do bloco no ano passado (2017)

Imagens do bloco no ano passado (2017)

Imagens do bloco no ano passado (2017)


Comentários

Leia também...

Policia Civil prende seis indivíduos suspeitos de serem os responsáveis pela onda de crimes acontecidos em Conchal nos últimos meses

Policia Militar e GCM de Conchal apertam o cerco contra o crime e realizam operações em Conchal

Relógios se alteraram automaticamente durante a madrugada e confundiram os usuários na manhã deste domingo (21)

"Censura" - PSOL partido aliado do PT pede para TSE suspender funcionamento do WhatsApp em todo país

Prefeitura de Conchal segue com recapeamento na Avenida João Paulo II

Sancionada lei que dispensa reconhecimento de firma e autenticação de documento em órgãos públicos

Jovens conchalenses recebem certificados de conclusão do curso da Oficina do Jornalismo F5 (2018)

“Quem tem o apoio de milhões de brasileiros não precisa pagar”, disse estrategista digital de Bolsonaro

ETEC abre inscrições para Vagas Remanescentes do 2º Módulo dos cursos técnicos de Administração e Recursos Humanos em Conchal

Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar pai dentro de presídio no Ceará

Todas as Publicações

Mostrar mais