1ª Turma acolhe denúncia e Aécio (PSDB) vira réu no STF



A maioria dos ministros da primeira turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta terça-feira,  por colocar o  senador Aécio Neves (PSDB-MG) no banco dos réus. Ele foi denunciado por corrupção passiva e obstrução de justiça.
A denúncia foi aceita por unanimidade entre os ministros da primeira turma: Alexandre de Moraes, Marco Aurélio Mello, Luiz Fux, Rosa Weber e Luís Roberto Barroso.
Aécio é acusado de aceitar um repasse de 2 milhões de reais da J&F, supostamente por pagamento de propina.
Ele foi denunciado pela Procuradoria Geral da República (PGR) em um dos últimos atos de Rodrigo Janot à frente do cargo, em junho do ano passado.
Aécio teve uma conversa interceptada na qual pedia 2 milhões de reais a Joesley Batista, um dos donos do grupo e que fez delação premiada.
Posteriormente, a quantia exigida pelo senador foi entregue a um primo de Aécio, Frederico Pacheco, em ação acompanhada pela Polícia Federal e feita com autorização do STF.
Nesta mesma denúncia, são investigados também Mendherson Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), que também foi flagrado recebendo uma mala com parte do dinheiro entregue pela J&F, e Andrea Neves, irmã e braço direito de Aécio.
Ontem, Aécio publicou artigo no jornal Folha de S. Paulo dizendo-se “ingênuo” e arrependido de “erros”, mas inocente de eventuais ilegalidades. Ele alegou que o dinheiro era referente a um empréstimo para pagar honorários de advogados.
 Fonte: Exame


Comentários

Leia também...

Policia Civil prende seis indivíduos suspeitos de serem os responsáveis pela onda de crimes acontecidos em Conchal nos últimos meses

Policia Militar e GCM de Conchal apertam o cerco contra o crime e realizam operações em Conchal

Relógios se alteraram automaticamente durante a madrugada e confundiram os usuários na manhã deste domingo (21)

"Censura" - PSOL partido aliado do PT pede para TSE suspender funcionamento do WhatsApp em todo país

Prefeitura de Conchal segue com recapeamento na Avenida João Paulo II

Sancionada lei que dispensa reconhecimento de firma e autenticação de documento em órgãos públicos

Jovens conchalenses recebem certificados de conclusão do curso da Oficina do Jornalismo F5 (2018)

“Quem tem o apoio de milhões de brasileiros não precisa pagar”, disse estrategista digital de Bolsonaro

ETEC abre inscrições para Vagas Remanescentes do 2º Módulo dos cursos técnicos de Administração e Recursos Humanos em Conchal

Menina de 11 anos é estuprada por detento ao visitar pai dentro de presídio no Ceará

Todas as Publicações

Mostrar mais