Novidade!

Vereadora Geny Sampaio e prefeito Vando Magnusson apoiam os candidatos Carlos Sampaio para deputado federal e Barros Munhoz para deputado estadual


Você está contente com a forma que o seu vereador está trabalhando? Você está feliz com a forma que o prefeito e vice estão administrando o município? Você gostou da administração dos ex-prefeitos ou ex-vereadores? Independente da sua resposta saiba que serão essas as pessoas que você deverá recorrer acaso queira cobrar ações do deputado que você votou.

Normalmente os candidatos a deputados possuem contatos com vereadores, ex-vereadores, prefeitos, ex-prefeitos, lideres de bairros ou formadores de opinião dentro de cada município. São esses que por serem conhecidos em sua cidade, é que vão buscar o seu voto em nome do candidato que eles desejam que sejam eleitos. A imagem do representante de cada um deles, é o reflexo daquilo que receberemos nos quatro anos subsequentes a eleição.



Vereadora Geny Sampaio e prefeito Vando Magnusson apoiam os candidatos Carlos Sampaio para deputado federal e Barros Munhoz para deputado estadual 

O candidato a reeleição para deputado federal, Carlos Sampaio (PSDB), recebeu neste ano (2018) em Conchal, o apoio da vereadora conchalense mais votada na eleição passada, Geny Sampaio (PSDB).

Carlos Sampaio recebeu 137 votos dos conchalenses na eleição de 2014 e enviou para o município mais de 1milhão de reais somente este ano (2018).

Como já explicamos anteriormente, na condição de prefeito, Vando precisa amparar todos os deputados que contribuíram enviando recursos  para reconstrução de Conchal que foi assumida em 2017 completamente destruída por conta da má administração do ex-prefeito Valdeci. 


Carlos Sampaio é formado em direito. Entre 1993 a 1997, foi vereador em Campinas, e posteriormente atuou como deputado estadual e deputado federal por São Paulo.  Em 30 de janeiro de 2015 foi eleito líder do partido na Câmara dos Deputados.

Na Câmara, Sampaio foi responsável por comandar a bancada do PSDB nas CPI Mista da Petrobras, que investigou o esquema de corrupção que causou desvios de recursos da estatal, e na CPI do Cachoeira, que investigou a relação do empresário Carlinhos Cachoeira com políticos e funcionários públicos. Foi reeleito deputado federal em 2014, para a 55.ª legislatura (2015-2019). Votou a favor do Processo de impeachment de Dilma Rousseff. Já durante o Governo Michel Temer, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos 



Públicos. Em abril de 2017 foi favorável à Reforma Trabalhista. Em agosto de 2017 votou a favor do processo em que se pedia abertura de investigação do então presidente Michel Temer.

Para deputado estadual a vereadora por mais uma vez apoiará o candidato Barros Munhoz (PSB).

Barros já é um velho conhecido dos conchalenses como um dos deputados mais atuantes para o município. O deputado fazia parte do grupo do PSDB até poucos meses atrás (janeiro de 2018), quando mudou para o PSB. Embora a vereadora e o deputado façam parte de grupos políticos diferentes, Geny Sampaio manteve o compromisso assumido com Barros, que foi o de apoia-lo, se o mesmo contribuísse para o município de Conchal com o envio de recursos financeiros. 



 
Ambos os candidatos participaram da bateria de entrevistas com os políticos que buscam por votos dentro do nosso município, realizadas pelo F5 Conchal. Assista as entrevistas acessando nossa fanpage.








Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Lago/Jd das Palmeiras - Após perseguição Polícia Militar prende criminoso e recupera veículo roubado durante patrulhamento em Conchal

Polícia Militar é acionada para conter discussão em um bar de Conchal - Homem carregava duas armas de fogo

Polícia Militar estoura ponto de preparo e distribuição de drogas em Conchal

Conchal Eleições 2020 no F5 – Veja a lista de candidatos a vereador(a) que se inscreveram para participar das entrevistas

Homem procurado da Justiça por estupro é preso em Martinho Prado

Conchal - Ministério Público emite comunicado para que candidatos cumpram as leis de prevenção à disseminação do coronavirus - O Ministério Público Eleitoral alertou que o descumprimento às orientações pode configurar a prática do delito previsto no art.268 do Código Penal

Criança de 3 anos vai parar na UTI após levar picada de escorpião no Jardim São Paulo em Conchal

Policial militar é acionado em acidente com moto e descobre morte de irmão: 'Desespero total'

Adolescente convida grupo de sem-teto para sua festa de 15 anos. Eles comeram, dançaram e se divertiram juntos

Todas as Publicações

Mostrar mais