Representantes da esquerda convocam militância para resistência.


A vitória nas eleições para a Presidência da República do candidato Jair Bolsonaro, neste domingo 28/10, está gerando uma nova articulação por parte dos partidos de esquerda.  Após a confirmação da escolha do novo presidente, o candidato derrotado à presidência, Guilherme Boulos (PSOL), e a Deputada Federal Jandira Feghali (PCdo B), manifestaram-se nas redes sociais, falando sobre resistência e união dos partidos de esquerda e movimentos sociais.


Guilherme Boulos fez uma live dizendo que, nos próximos dias, "todos aqueles que no 2°turno souberam se colocar do lado certo da história irão impulsionar uma frente ampla pela democracia. Afirmou ainda que terá resistência e que, entre a prisão e o exílio, a escolha é a ida às ruas". Segundo Boulos, nesta terça 30/10, haverá uma manifestação organizada pela Frente de Mobilização "Povo Sem Medo".   

Jandira Feghali, Deputada Federal pelo PCdoB, disse aos seus apoiadores, através de um vídeo na sua página, que não só a esquerda, mas os ativistas dessa luta conseguiram realizar aquilo que deveria ter sido realizado desde o 1° turno, ou seja, "uma luta em unidade, uma luta ampla, de frente, em que se conseguiu juntar, para além dos partidos, todo mundo que pensa o Brasil e pensa uma construção democrática, com projetos brasileiros e com a diversidade humana, cultural e religiosa que se tem em todo o país".



Segundo ela, é necessário que se tirem lições dos erros e dos acertos e que agora os partidos de esquerda terão que ficar muito mais juntos, pois enfrentarão um período muito difícil. Jandira completa que houve crime eleitoral, fraude, mentira e que há uma apuração a ser feita, mas institucionalmente a luta tem limite, assim como tem limite o Congresso Nacional.  "Sabe-se que as coisas pioraram muito no Congresso, mas iremos enfrentar, fazer a resistência e lutar lá dentro. A resistência principal, porém, terá que ser do lado de fora, todos unidos e cada vez mais vinculados e articulados. Não se pode deixar perder o que foi construído nesse período de 33 anos de democracia".
 

Segundo a assessora de um deputado do PSOL, até o momento não ocorreu nenhuma reunião entre os partidos de esquerda para discutir sobre como será essa frente ampla.

A Frente de Mobilização Popular "Povo sem medo" marcou manifestações para esta terça-feira, nos seguintes estados: Brasília, Ceará, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul São Paulo.

No Estado do Rio de Janeiro, a manifestação chamada "Vai ter resistência" será nesta terça, às 17hs, na Cinelândia, Centro






Comentários

Leia também...

Bandidos explodem Agencia Santander em Conchal nessa madrugada

Corpo é encontrado às margens do Rio Mogi Guaçu nas imediações do Bairro Arurá

Família procura desesperadamente por jovem desaparecido desde Domingo (12/11)

Câmara de Conchal elegerá o novo presidente para o próximo biênio

Feirantes da Central de Abastecimento e produtores rurais de Conchal participam de curso sobre manipulação de alimentos

Proprietários do Auto Posto Fadel em Conchal emitem nota de esclarecimento referente ao acorrido no dia 03/11.

Estão abertas as inscrições para a 2° Edição do projeto "Oficina do Jornalismo F5"

Repartições públicas municipais não funcionarão nos dias 15, 16, 19 e 20 de novembro em Conchal

Mensagens no WhatsApp poderão ser apagadas na segunda-feira

Arteris Intervias interdita alça de acesso à cidade de Conchal

Todas as Publicações

Mostrar mais