Representantes da esquerda convocam militância para resistência.


A vitória nas eleições para a Presidência da República do candidato Jair Bolsonaro, neste domingo 28/10, está gerando uma nova articulação por parte dos partidos de esquerda.  Após a confirmação da escolha do novo presidente, o candidato derrotado à presidência, Guilherme Boulos (PSOL), e a Deputada Federal Jandira Feghali (PCdo B), manifestaram-se nas redes sociais, falando sobre resistência e união dos partidos de esquerda e movimentos sociais.


Guilherme Boulos fez uma live dizendo que, nos próximos dias, "todos aqueles que no 2°turno souberam se colocar do lado certo da história irão impulsionar uma frente ampla pela democracia. Afirmou ainda que terá resistência e que, entre a prisão e o exílio, a escolha é a ida às ruas". Segundo Boulos, nesta terça 30/10, haverá uma manifestação organizada pela Frente de Mobilização "Povo Sem Medo".   

Jandira Feghali, Deputada Federal pelo PCdoB, disse aos seus apoiadores, através de um vídeo na sua página, que não só a esquerda, mas os ativistas dessa luta conseguiram realizar aquilo que deveria ter sido realizado desde o 1° turno, ou seja, "uma luta em unidade, uma luta ampla, de frente, em que se conseguiu juntar, para além dos partidos, todo mundo que pensa o Brasil e pensa uma construção democrática, com projetos brasileiros e com a diversidade humana, cultural e religiosa que se tem em todo o país".



Segundo ela, é necessário que se tirem lições dos erros e dos acertos e que agora os partidos de esquerda terão que ficar muito mais juntos, pois enfrentarão um período muito difícil. Jandira completa que houve crime eleitoral, fraude, mentira e que há uma apuração a ser feita, mas institucionalmente a luta tem limite, assim como tem limite o Congresso Nacional.  "Sabe-se que as coisas pioraram muito no Congresso, mas iremos enfrentar, fazer a resistência e lutar lá dentro. A resistência principal, porém, terá que ser do lado de fora, todos unidos e cada vez mais vinculados e articulados. Não se pode deixar perder o que foi construído nesse período de 33 anos de democracia".
 

Segundo a assessora de um deputado do PSOL, até o momento não ocorreu nenhuma reunião entre os partidos de esquerda para discutir sobre como será essa frente ampla.

A Frente de Mobilização Popular "Povo sem medo" marcou manifestações para esta terça-feira, nos seguintes estados: Brasília, Ceará, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul São Paulo.

No Estado do Rio de Janeiro, a manifestação chamada "Vai ter resistência" será nesta terça, às 17hs, na Cinelândia, Centro






Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Menino de 11 anos é assaltado enquanto trabalhava vendendo doces na rua

Homem é picado por escorpião em cinema de shopping: ‘’Desmaiei de tanta dor’’

Grave acidente entre Van e ônibus do TCA é registrado na Rodovia Anhanguera em Araras, SP

Governo dispensa 287 tipos de empresas de alvarás de funcionamento

Foragido tenta forjar morte com manchas falsas de sangue na camisa para despistar a polícia

Família oferece recompensa para quem encontrar idoso desaparecido em Engenheiro Coelho

Corpos de Rafael Miguel e dos pais, mortos quando ator foi oficializar namoro, estão no IML em SP

Homem parecido com sogro de ator morto sofre ameaças na internet

Síndrome da superioridade ilusória: quando a ignorância se disfarça de conhecimento

Passageira de avião confunde porta de emergência com a do banheiro e voo atrasa oito horas

Todas as Publicações

Mostrar mais