Postagens

Mostrando postagens de Maio 2, 2018
Imagem
Brasil "celebra" o Dia do Trabalhador com desemprego em alta Perda do PIB nos últimos dois anos resulta em 13,7 milhões de desempregados.

Apesar de o país estar deixando para trás a maior recessão da história, que eliminou 7% do Produto Interno Bruto (PIB) no biênio 2016-2017, os brasileiros tiveram pouco a comemorar no Dia do Trabalho. A recuperação da economia está ocorrendo a passos mais lentos do que o esperado, e o número de desempregados aumentou em março, conforme dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Passou de 12,3 milhões, no último trimestre de 2017, para 13,7 milhões, nos primeiros três meses deste ano. Nesse mesmo período, o rendimento médio ficou estagnado em R$ 2,169 mil.
Especialistas afirmam que esse quadro não é animador. O emprego não deve voltar a crescer tão cedo, porque a expansão da economia está abaixo do necessário para que isso ocorra. “A recuperação está ocorrendo de forma gradual e ainda há uma ociosidade eleva…
Imagem
Justiça Eleitoral paulista funcionará em regime de plantão até 9 de maio A data é o limite para o eleitor tirar o título, fazer transferência e regularizar sua situação.
Os cartórios eleitorais e os postos de atendimento da Justiça Eleitoral paulista farão plantão nos próximos dois finais de semana (5 e 6/5) e funcionarão em horário ampliado, das 9h às 18h, para atender o público até 9 de maio. A data de 9 de maio é o limite para alistamento eleitoral, transferência de título, atualização dos dados cadastrais e regularização da situação eleitoral para votar nas eleições gerais de 2018. O eleitor deve regularizar a sua situação eleitoral se o seu título estiver cancelado (consulte a sua situação eleitoral) ou se não tiver participado do cadastramento biométrico obrigatório (consulte se o seumunicípio está na lista dos 85). Após essa data, o cadastro é fechado para a preparação do pleito, conforme prevê o art. 91 da Lei nº 9504/97 (Lei das Eleições).

Seções com acessibilidade
O prazo de 9 de …
Imagem
Governo muda regras para reduzir juros para os clientes que precisam entrar no rotativo do cartão, chamado de pagamento mínimo

Já está valendo a nova regra. Agora o cartão de crédito passa a ter novas regras para reduzir a inadimplência e evitar o superendividamento. Na prática, o consumidor não vai mais ficar preso ao rotativo do cartão, popularmente conhecido como pagamento mínimo da fatura. Sempre que o consumidor entrar no crédito rotativo, depois de 30 dias o banco terá de oferecer ao cliente um parcelamento do saldo devedor. O consumidor também fica com a opção de, depois desse prazo, fazer o pagamento à vista. Caso ele não escolha nenhuma das duas alternativas, ficará inadimplente.
O banco fica obrigado a operar por essas novas regras a partir de abril, mas desde a última quinta-feira (27) ele já pode oferecer esse serviço ao cliente. A expectativa do governo é de que as taxas de juros caiam pela metade e o cliente fique por menos tempo no rotativo do cartão.
Antes dessas novas reg…

Todas as Publicações

Mostrar mais