João de Deus é levado ao hospital com sangramento na urina



O médium João de Deus precisou ser socorrido e levado a um hospital ontem, quarta-feira, 2. Ele passou mal durante uma consulta de rotina nas celas do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, onde está preso por denúncias de abuso sexual.






De acordo com a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), João de Deus teve um sangramento na urina e, por isso, a equipe médica o encaminhou para a realização de mais exames.

O médium está preso desde o dia 16 de dezembro após ser acusado por mais de 500 mulheres por abuso. Ele é investigado por estupro, estupro de vulnerável, violação sexual mediante fraude e posse ilegal de arma.

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) denunciou João de Deus, na última sexta-feira, 28, por quatro crimes, dois delitos de violação sexual mediante fraude e dois crimes de estupro de vulnerável, todos referentes a fatos ocorridos no ano de 2018.

A denúncia, a primeira desde o início das acusações de assédio contra o médium, abarcaram os relatos de dezenove possíveis vítimas.

João de Deus nega todas as acusações.

Conteúdo: Veja  - Foto (O Popular/Reprodução)


Comentários

Leia também...

(Vídeo) Bombeiro pula no rio e salva mulher que se jogou da ponte de ferro no Rio Mogi Guaçu

Policia Militar de Conchal inicia o projeto “Quartel de Portas Abertas” recebendo alunos da Escola Municipal EMEF “Adelina Manara Ferreira de Mello”

Tráfico de crianças é registrado na rodovia Fernão Dias

Em Mogi Guaçu (SP) aluno foi detido após denúncia de que faria um ataque em escola

Menino de 4 anos corta os pulsos e pais acreditam que pode ser influência da Momo

Caixa deteriorada no Bairro Esperança 3 rompe e desperdiça aproximadamente 150 mil litros d’água. Veja vídeo

Policia Militar realiza reunião de segurança pública em Tujuguaba

Criança de Birigui (SP) tenta se enforcar após ver boneca "Momo" em vídeo infantil

NASA: iceberg gigante está prestes a se desprender na Antártica

Excursão de escola pública é barrada em shopping de SP e educadora diz que houve discriminação

Todas as Publicações

Mostrar mais