Redução de salário dos vereadores é proposta em Araras, SP


O vereador propõe que o “subsídio” seja reduzido dos atuais R$ 5.300,00 para R$ 2.650,00. 




A iniciativa é do vereador Jackson de Jesus (PROS), que protocolou na tarde desta sexta-feria (15), um projeto de Lei que visa reduzir o “subsídio” como são chamados os salários dos vereadores em 50%, ainda para essa legislatura.

O vereador propõe que o “subsídio” seja reduzido dos atuais R$ 5.300,00 para R$ 2.650,00 e o presidente da Casa passará a receber igualmente aos demais vereadores, hoje, o vereador exercendo a função de Presidente recebe aproximadamente quase R$ 7.300,00.


O principal objetivo do projeto é reduzir custos, cortar privilégios e deixar muito claro que “vereador não é profissão”.

É esperado que a redução aconteça ainda no ano de 2019 e nos anos subsequentes.

“A população está farta. Falta medicamentos, atraso em exames médicos, não temos dinheiro para limpeza pública e falta profissionais nas escolas, sendo assim, o exemplo de economia deve começar pelos agentes públicos, aqueles que foram escolhidos pelo povo”, compartilhou o vereador nas redes sociais.

O projeto será encaminhado para a Comissão de Justiça e Redação formada pelos vereadores – Cláudio, Felipe Beloto e Apolari, que analisarão o projeto e decidirão se a propositura seguirá ou não sua tramitação até o plenário para que seja votado pelos vereadores.


Comentários

Leia também...

Em Mogi Guaçu (SP) aluno foi detido após denúncia de que faria um ataque em escola

Menino de 4 anos corta os pulsos e pais acreditam que pode ser influência da Momo

Caixa deteriorada no Bairro Esperança 3 rompe e desperdiça aproximadamente 150 mil litros d’água. Veja vídeo

Conchal será uma das cidades contempladas com Esquadrilha da Fumaça

Governador João Doria entrega obras de duplicação da Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332), em Conchal.

Criança de Birigui (SP) tenta se enforcar após ver boneca "Momo" em vídeo infantil

Excursão de escola pública é barrada em shopping de SP e educadora diz que houve discriminação

Policia Militar realiza reunião de segurança pública em Tujuguaba

Causas como ‘’ legalização de estupro, pedofilia e morte de mulheres são defendidas’’ por mentor do ataque na Escola Estadual Professor Raul Brasil em Suzano (SP)

Todas as Publicações

Mostrar mais