A polícia divulgou os nomes dos assassinos que mataram oito pessoas em Suzano (SP)

SAÚDE - ATUALIZAÇÃO DAS 14H50 - ESCOLA ESTADUAL RAUL BRASIL

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo enviou dois psiquiatras e um psicólogo para dar apoio no atendimento às famílias e demais envolvidos na ocorrência, atuando em conjunto com a equipe do Caps (Centro de Atenção Psicossocial) de Suzano. Os profissionais darão suporte no próprio Caps e a pasta está em contato permanente com a Prefeitura. 

Entre as vítimas da tragédia, duas foram levadas ao Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes. Uma em estado gravíssimo e que chegou ao hospital já em óbito, e a outra está grave, estável e em avaliação médica. 


Outros cinco pacientes foram recebidos pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Três deles estão estáveis; outros dois deram entrada em estado grave, e um deles veio a óbito.


Atualizando informações 

Divulgado pela polícia os nomes dos assassinos que mataram 8, sendo 4 adolescentes, na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Região Metropolitana de São Paulo.

São eles: Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. Os dois cometeram suicídio em seguida. Castro completaria 26 anos no próximo sábado.




Guilherme Taucci, de 17 anos, e Luiz Henrique, de 25 anos, são os autores do atentado (foto: reprodução)


Os atiradores estavam encapuzados e teriam invadido a escola atirando



Subiu para dez o número de mortos na escola estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, a 50 km de distância de São Paulo, após dois adolescentes invadirem o estabelecimento de ensino e dispararem na direção de estudantes e funcionários na manhã desta quarta-feira (13). As informações foram confirmadas pela Polícia Militar e pelo Governo do Estado de São Paulo. Segundo a corporação, atualizando, oito pessoas morreram no local e outras duas após serem levadas para o hospital.
 
Os atiradores estavam encapuzados e teriam invadido a escola atirando, de acordo com apuração da Record TV.
Cinco jovens morreram no local, além de uma funcionária da escola. Outras duas pessoas morreram após serem socorridas. Os suspeitos teriam se matado na sequência. As informações do centro de comunicação da PM de São Paulo.

Segundo a Polícia Militar, todo o efetivo da 1ª Companhia do 32º Batalhão de Suzano foi destacado para ir até o local. As equipes da Guarda Civil Metropolitana e do Samu foram enviados para a escola.

Muitas crianças se feriram e não resistiram aos ferimentos. Não se sabe, porém, o número exato de atingidos. Os helicópteros Águia 15 e 17, do Grupamento Aéreo da Polícia Militar, também foram deslocados à ocorrência.

A Polícia Militar informou que foi acionada para atender a ocorrência de disparo de arma de fogo de pequeno porte e vítimas no local, mas ainda não tem mais detalhes. Inicialmente, estão no local seis unidades de resgate, três unidades do Samu, duas unidades de suporte avançado e dois helicópteros Águia.

Governador no local



O governador João Doria informou, por meio de nota que, assim que foi informado que havia alunos ferido dentro da Escola Estadual Raul Brasil, cancelou a agenda e se dirigiu ao local para acompanhar o trabalho de resgate e atendimento aos feridos




Comentários

Leia também...

Em Mogi Guaçu (SP) aluno foi detido após denúncia de que faria um ataque em escola

Menino de 4 anos corta os pulsos e pais acreditam que pode ser influência da Momo

Caixa deteriorada no Bairro Esperança 3 rompe e desperdiça aproximadamente 150 mil litros d’água. Veja vídeo

Conchal será uma das cidades contempladas com Esquadrilha da Fumaça

Governador João Doria entrega obras de duplicação da Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332), em Conchal.

Criança de Birigui (SP) tenta se enforcar após ver boneca "Momo" em vídeo infantil

Redução de salário dos vereadores é proposta em Araras, SP

Excursão de escola pública é barrada em shopping de SP e educadora diz que houve discriminação

Policia Militar realiza reunião de segurança pública em Tujuguaba

Causas como ‘’ legalização de estupro, pedofilia e morte de mulheres são defendidas’’ por mentor do ataque na Escola Estadual Professor Raul Brasil em Suzano (SP)

Todas as Publicações

Mostrar mais