Aplicativo do Procon-SP auxilia na defesa do consumidor

Conteúdo por Beto Ribeiro Repórter



Os moradores do Estado de São Paulo contam com uma ferramenta importante para auxiliar na defesa dos seus direitos como consumidores. A Fundação Procon-SP, em parceria com a Prodesp, conta com um aplicativo que ajuda a proteger o cidadão.

A primeira versão do app da Fundação Procon, lançada em março de 2017, tinha um caráter mais informativo. Dava acesso ao texto integral do Código de Proteção e Defesa do Consumidor atualizado, publicações e lista de site não confiáveis.

A versão atual, disponibilizada para sistemas iOS e Android, é também um canal de reclamações (problemas de entrega, má prestação de serviços, etc.) e denúncias (falta de informação ou preços entre outros flagrantes de desrespeito ao Código do Consumidor). O app permitirá, ainda, o acompanhamento dos casos que envolvam processo e oferecerá acesso ao Portal da Transparência, calendário de cursos, palestras e inscrições.

“A evolução tecnológica é muito importante em várias situações e não seria diferente com as compras. Além de nos informar, podemos acompanhar nossas reclamações e até verificar o código de defesa ao alcance de um clique”, afirma a estudante Sophia Betteloni.

O atendimento será restrito ao Estado de São Paulo. Os consumidores de outras localidades serão informados de que deverão procurar o Procon de suas respectivas regiões.

Para a assistente Janaina da Silva, o aplicativo vai ajudar nas compras pela internet. “Mais uma ferramenta para me ajudar a poder pesquisar se a empresa tem alguma reclamação. Desse modo posso ficar mais segura com a minha compra”, explica.


A Fundação Procon realiza mensalmente cerca de 40 mil atendimentos presenciais e à distância e precisou se adequar para atender às novas demandas. Assim, como as próprias empresas de tecnologia nativas da internet, a Fundação Procon também espera aperfeiçoar seu app a partir da experiência do usuário, garantindo completa segurança e sigilo de dados.

A expectativa é a de que, no futuro, o consumidor possa ser alertado sobre a reputação da empresa antes de efetuar uma compra.




Comentários

Leia também...

Vaga de Emprego em Conchal

Ponto Alto Empreendimentos inicia obra asfáltica na Avenida Manoel Gonçalves Neto

Pelo menos 207 pessoas morreram e cerca de 450 ficaram feridas neste domingo de Páscoa no Sri Lanka

Polícia Militar prende traficantes com quase 4 kg de cocaína em Araras, SP

COMUNICADO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA REVISÃO DA LEI DE PARCELAMENTO DO SOLO E URBANIZAÇÕES ESPECIAIS NO MUNICÍPIO DE CONCHAL (SP)

Por que peixe não é considerado carne durante a Quaresma?

Tribunal divulga relação de cidades com problemas na gestão fiscal e orçamentária

Comissão da Câmara de Conchal avalia situação de vereador preso com carga roubada de cerveja

Bebê de 15 dias tem queimaduras de 2º grau em banho, em hospital da Paraíba

Todas as Publicações

Mostrar mais