Comissão da Câmara de Conchal avalia situação de vereador preso com carga roubada de cerveja




Uma comissão formada pela Câmara Municipal de Conchal (SP) avalia a situação do vereador Rodinei Ferreira da Silva (PDT), preso em fevereiro no pesqueiro dele após a Polícia Civil encontrar no local uma carga roubada de cerveja. O G1 não conseguiu contato com a defesa dele nesta segunda-feira (15).


Segundo o presidente da Câmara, Roberson Claudino Pedro (PSD), a comissão vai avaliar a situação com base nos autos que enviados pelo Ministério Público, desde o flagrante até o depoimento na delegacia de Mogi Guaçu.

“A comissão vai nomear um advogado para ouvi-lo e com isso dar o direito de defesa a ele. Com base no trabalho dessa comissão, a gente vai proceder ou não a instauração de um processo de cassação”, disse o presidente da Câmara.

A comissão é presidida pelo vereador Joais Gomes de Andrade (PSDB) e reúne os vereadores Cid Sampaio Correia (PPS) e Airton Correa da Costa (DEM).

A Câmara suspendeu o pagamento dos subsídios de Rodinei até que as investigações sejam concluídas. A vaga dele foi preenchida pelo suplente Claudeci Martins (PDT), conhecido na cidade como Azulão, no dia 18 de março.

O caso
O vereador Rodinei e um funcionário do pesqueiro foram detidos após a polícia rastrear a carga com mais de mil fardos de cerveja que foi roubada na Rodovia Presidente Dutra, próximo a Jacareí, no Vale do Paraíba.

No pesqueiro, que fica próximo à Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332), no distrito de Martinho Prado em Conchal, também foram apreendidas uma bomba usada para fazer a transferência de produtos líquidos, uma cartucheira calibre 28 e algumas munições. A Guarda Civil Municipal (GCM) de Conchal apoiou a ocorrência.
 
O vereador e o funcionário foram levados para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Mogi Guaçu para prestarem esclarecimentos.

O funcionário foi liberado, enquanto o vereador foi preso por receptação qualificada, já que a carga seria para revender no comércio. Ele também vai responder por porte ilegal de arma. O vereador passou por audiência de custódia em Mogi Mirim e a Justiça decidiu mantê-lo preso preventivamente.



Comentários

Leia também...

Vaga de Emprego em Conchal

Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Conchal abre seis (6) vagas de emprego nesta semana

Informação falsa de tiroteio dentro da Uniararas mobiliza Guarda Civil Municipal em Araras, SP.

Jovem sofre AVC e tem parte do corpo paralisado após estalar pescoço

Ponto Alto Empreendimentos inicia obra asfáltica na Avenida Manoel Gonçalves Neto

Pelo menos 207 pessoas morreram e cerca de 450 ficaram feridas neste domingo de Páscoa no Sri Lanka

Polícia Militar prende traficantes com quase 4 kg de cocaína em Araras, SP

COMUNICADO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA REVISÃO DA LEI DE PARCELAMENTO DO SOLO E URBANIZAÇÕES ESPECIAIS NO MUNICÍPIO DE CONCHAL (SP)

Por que peixe não é considerado carne durante a Quaresma?

Todas as Publicações

Mostrar mais