STF mandou bloquear rede social por comentário que teve 4 curtidas





Uma das publicações citadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para bloquear as redes sociais do policial civil de Goiás, Osmar Rocha Fagundes, um dos alvos da investigação que apura a disseminação de fake news contra Corte, é, de fato, um compartilhamento de texto escrito pela página “Brasil sem Comunismo”, que pede o fechamento do tribunal. O compartilhamento no perfil do policial teve apenas oito interações, senso esses curtida, compartilhamentos e nenhum comentário. As informações são do site ‘’O País’’

Em outra postagem que menciona o STF, em que o agente afirma que os ministros da Corte são bolivarianos e estão “alinhados com narcotraficantes e corruptos”. A mesma teve apenas dois compartilhamentos, seis curtidas e sete comentários.

 
Em uma das 17 publicações, o número máximo de curtidas que o policial teve foram quatro. Sete e apenas cinco compartilhamentos. 





Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Policia Militar apreende cocaína em comércio no centro de Conchal

Trio é preso suspeito de roubos de combustíveis em Mogi Guaçu

Safra da laranja 2019/20 do cinturão citrícola de SP e MG é estimada em 388,89 milhões de caixas

Família procura por jovem surdo e mudo desaparecido em Engenheiro Coelho, SP

Homem ataca ex-namorada dentro de Delegacia da Mulher em SP

Papa aceita renúncia do bispo de Limeira

Conchal recebe do UNIFAJ o prêmio de “Prefeito Educador 2019”

Tucano é flagrado por câmera de monitoramento na Rodovia Anhanguera, em Campinas

Aposentado cria armadilha para mosquito da dengue e vira projeto de pesquisa em universidades

Todas as Publicações

Mostrar mais