STJ confirma autorização para João de Deus deixar prisão




A sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça confirmou nesta quinta-feira (11) a decisão do ministro Nefi Cordeiro que autorizou o médium João de Deus a deixar a prisão para ser internado no Instituto de Neurologia de Goiânia. Essa decisão foi proferida em março.

O colegiado julgou um recurso do Ministério Público Federal (MPF) contra a decisão liminar do ministro, que por unanimidade, foi referendada.

João de Deus foi preso no dia 16 de dezembro do ano passado sob acusação de violação sexual mediante fraude e de estupro de vulnerável, crimes que teriam sido praticados contra centenas de mulheres na instituição em que atendia pessoas em busca de tratamento espiritual, em Abadiânia, Goiás.

O ministro atendeu a um pedido da defesa de João de deus, que tem problemas de pressão arterial e um ‘’ aneurisma da aorta abdominal com dissecção e alto risco de ruptura’’, segundo os advogados.

Na decisão, o ministro entendeu que todo preso tem direito à dignidade e à saúde.




Comentários

Leia também...

Vaga de Emprego em Conchal

Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Conchal abre seis (6) vagas de emprego nesta semana

Informação falsa de tiroteio dentro da Uniararas mobiliza Guarda Civil Municipal em Araras, SP.

Jovem sofre AVC e tem parte do corpo paralisado após estalar pescoço

Ponto Alto Empreendimentos inicia obra asfáltica na Avenida Manoel Gonçalves Neto

Pelo menos 207 pessoas morreram e cerca de 450 ficaram feridas neste domingo de Páscoa no Sri Lanka

Polícia Militar prende traficantes com quase 4 kg de cocaína em Araras, SP

COMUNICADO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA REVISÃO DA LEI DE PARCELAMENTO DO SOLO E URBANIZAÇÕES ESPECIAIS NO MUNICÍPIO DE CONCHAL (SP)

Por que peixe não é considerado carne durante a Quaresma?

Todas as Publicações

Mostrar mais