Polícia Civil prende suspeito de vender munição usada no massacre de Suzano





Na segunda-feira (6) a Policia Civil realizou uma operação para cumprir mandatos de busca e apreensão do inquérito que investiga o massacre na escola estadual Raul Brasil, em Suzano, na grande São Paulo. As informações são da ‘’Jovem Pan’’.


Márcio Germano Masson, de 33 anos, conhecido como Alemão, foi autuado em flagrante enquanto a polícia cumpria mandados de busca e apreensão na casa dele. De acordo com a polícia, no local foram encontradas munições calibre 38 iguais às compradas pelos assassinos do atentado, Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. Também foi encontrada uma pistola 9 milímetros raspada com munições.

Conforme as investigações, Masson vendeu as munições para outro suspeito, Cristiano Cárdias que, por sua vez, teria fornecido as munições aos assassinos. Cárdias foi preso no dia 10 de abril.

O suspeito será autuado em flagrante pelo artigo 16 do Estatuto do Desarmamento, que trata do porte ilegal de arma, assim como será indiciado nos autos principais da investigação do massacre de Suzano pela venda da munição.

Na quinta-feira da semana passada, dia 2, a Polícia Civil havia prendido outro suspeito: Geraldo de Oliveira Santos, de 41 anos. Ele é investigado por supostamente ter vendido o revólver calibre 38 utilizado no crime.

O massacre
Dois atiradores, de 17 e 25 anos, invadiram a escola estadual Raul Brasil, em Suzano, na manhã do dia 13 de março, e dispararam contra alunos e funcionários. A Polícia Militar confirmou a morte de oito vítimas. Os dois assassinos também morreram.


Os dois atiradores eram, Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos. O motivo do crime ainda é desconhecido.







Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Polícia indicia pai e mãe de adolescente que pediu socorro pelas redes sociais após ser estuprada

Polícia Civil de Conchal apreendeu na tarde desta terça-feira (16), traficante com 45 papelotes de cocaína, 25 pedras de crack e 31 reais em espécie

Polícia Civil investiga mais dois padres por suspeita de abuso sexual da diocese de Limeira, SP

Liberação de saque de contas do FGTS será anunciada na próxima semana, diz ministro da Casa Civil

Vereadores de Conchal aprovam relatório para a abertura de processo de cassação do vereador Rodinei Ferreira da Silva.

Líder de grupo terrorista revela plano para matar Bolsonaro

ANP libera venda direta ao consumidor de botijão de gás de 13 kg

Governo de São Paulo muda identidade visual de viaturas da PM

Funcionários da concessionária Arteris/Intervias entram em greve por tempo indeterminado

Governo pretende liberar R$ 42 bilhões das contas ativas do Fundo de Garantia

Todas as Publicações

Mostrar mais