Por unanimidade, Sexta Turma do STJ decide libertar ex-presidente Michel Temer


Votos também beneficiaram coronel Lima, amigo do ex-presidente. Decisão é liminar (provisória).







Por unanimidade, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu liminarmente (provisoriamente) conceder habeas corpus e libertar o ex-presidente Michel Temer, preso na sede do Comando de Policiamento de Choque, da Polícia Militar, em São Paulo.

Os quatro ministros que votaram (Antônio Saldanha, Laurita Vaz, Rogério Schietti e Néfi Cordeiro) se manifestaram favoravelmente à libertação de Temer e do coronel João Baptista Lima Filho, ex-assessor e amigo pessoal do ex-presidente – outro integrante da turma, o ministro Sebastião Reis Junior se declarou impedido e não participou da sessão.

Com a decisão, Temer e Lima permanecem em liberdade pelo menos até o julgamento definitivo do mérito do habeas corpus, pela própria Sexta Turma, em data ainda não definida.

Os ministros que votaram se manifestaram pela substituição da prisão pelas seguintes medidas cautelares:

·        proibição de manter contato com outros investigados;
·        proibição de mudança de endereço e de se ausentar do país;
·        entregar o passaporte;
·        bloqueio dos bens até o limite de sua responsabilidade;
·        não contato com pessoas jurídicas relacionadas ao processo;
·        proibição de exercer funções de direção em órgãos partidários.



Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Policia Militar apreende cocaína em comércio no centro de Conchal

Trio é preso suspeito de roubos de combustíveis em Mogi Guaçu

Safra da laranja 2019/20 do cinturão citrícola de SP e MG é estimada em 388,89 milhões de caixas

Família procura por jovem surdo e mudo desaparecido em Engenheiro Coelho, SP

Homem ataca ex-namorada dentro de Delegacia da Mulher em SP

Papa aceita renúncia do bispo de Limeira

Conchal recebe do UNIFAJ o prêmio de “Prefeito Educador 2019”

Tucano é flagrado por câmera de monitoramento na Rodovia Anhanguera, em Campinas

Aposentado cria armadilha para mosquito da dengue e vira projeto de pesquisa em universidades

Todas as Publicações

Mostrar mais