Caixa vai devolver ao Tesouro o dinheiro das ‘pedaladas fiscais’ de Dilma


Paulo Guedes - ministro da Economia 



Paulo Guedes, ministro da Economia, anunciou nesta quarta-feira (12) que os bancos públicos vão começar a devolver ao governo federal o dinheiro emprestado por meio do Instrumento Híbrido de Capital e Dívida (IHCD).

Os recursos é resultante das manobras fiscais que ficaram conhecidas como ‘pedaladas’ e levaram ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Os bancos públicos devem, segundo o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, R$ 86,5 bilhões à União em instrumentos de dívida sem vencimento.

·        Caixa: R$ 40,2 bilhões
·        BNDES: R$ 36,1 bilhões
·        Banco do Brasil: R$ 8,1 bilhões
·        Banco do Nordeste: R$ 1 bilhão
·        Banco da Amazônia: R$ 1,06 bilhão

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que o banco será o primeiro a iniciar os pagamentos da dívida. De acordo com ele, a Caixa de início pagará R$ 3 bilhões dos R$ 40 bilhões total.

A meta do banco é até o final de 2019, ter devolvido R$ 20 bilhões.






Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Colisão de asteroide com a Terra é "100% certa", diz cientista

Funcionário morre ao fazer manutenção dentro de máquina em fábrica de cervejas em Itu (SP)

Nova carteira de identidade começa a ser emitida hoje em São Paulo

Cantor sertanejo morre após bater motocicleta em caminhão em MT

Caminhonete com Luan Santana e equipe se envolve em acidente

Motociclista a 184 km/h grava acidente impressionante em SP; assista

Carro na contramão bate em van da banda Sampa Crew e deixa 1 morto e feridos na Rodovia Bandeirantes

Caixa e BB começam a pagar cotas do Fundo PIS-Pasep nesta segunda-feira

Homem sequestra ônibus na ponte Rio-Niterói e é morto a tiros pela PM

Recém-nascido encontrado em canavial foi morto por esfaqueamento em Ibaté, SP

Todas as Publicações

Mostrar mais