Caixa vai devolver ao Tesouro o dinheiro das ‘pedaladas fiscais’ de Dilma


Paulo Guedes - ministro da Economia 



Paulo Guedes, ministro da Economia, anunciou nesta quarta-feira (12) que os bancos públicos vão começar a devolver ao governo federal o dinheiro emprestado por meio do Instrumento Híbrido de Capital e Dívida (IHCD).

Os recursos é resultante das manobras fiscais que ficaram conhecidas como ‘pedaladas’ e levaram ao impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Os bancos públicos devem, segundo o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, R$ 86,5 bilhões à União em instrumentos de dívida sem vencimento.

·        Caixa: R$ 40,2 bilhões
·        BNDES: R$ 36,1 bilhões
·        Banco do Brasil: R$ 8,1 bilhões
·        Banco do Nordeste: R$ 1 bilhão
·        Banco da Amazônia: R$ 1,06 bilhão

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que o banco será o primeiro a iniciar os pagamentos da dívida. De acordo com ele, a Caixa de início pagará R$ 3 bilhões dos R$ 40 bilhões total.

A meta do banco é até o final de 2019, ter devolvido R$ 20 bilhões.






Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Menino de 11 anos é assaltado enquanto trabalhava vendendo doces na rua

Homem é picado por escorpião em cinema de shopping: ‘’Desmaiei de tanta dor’’

Grave acidente entre Van e ônibus do TCA é registrado na Rodovia Anhanguera em Araras, SP

Governo dispensa 287 tipos de empresas de alvarás de funcionamento

Foragido tenta forjar morte com manchas falsas de sangue na camisa para despistar a polícia

Cansado de apanhar homem rouba loja para ser preso e fugir da esposa

Governo publica novas regras para obtenção de CNH: simulador facultativo e menor tempo de aulas

Homem parecido com sogro de ator morto sofre ameaças na internet

Cachorros não gostam de quem não gosta dos seus donos e enxergam o que não vemos

Posto de Combustível dá casinha e roupas de frio para cães de rua

Todas as Publicações

Mostrar mais