Novidade!

Menino de 11 anos é assaltado enquanto trabalhava vendendo doces na rua

A criança trabalhava vendendo doces na rua para ajudar a família e teve todo o produto e o dinheiro roubados.





Um menino de 11 anos, identificado como Lucas, emocionou internautas nesta semana após ser assaltado no último domingo (09), na pracinha do bairro Itararé, em Vitória. A criança trabalhava vendendo doces na rua para ajudar a família e teve todo o produto e o dinheiro roubados.


Segundo Rafaela da Conceição, mãe de Lucas, ele chegou em casa muito sujo, dizendo que havia tropeçado, e por isso, todos os produtos teriam caído e estragado na chuva. A família só descobriu a verdade alguns dias depois.

Para Rafaela, ver o filho passar por essa situação é difícil. “Eu não deixava ele ir para rua por conta da violência. Mas, ele começou a trabalhar e pegou o gosto por isso. Eu fiquei constrangida porque não dá para acreditar que uma criança sai de casa para fazer um dinheirinho, e uma pessoa chegar e fazer uma maldade dessa. Fiquei muito preocupada”, contou.

O caso revoltou familiares e voluntários que decidiram criar o Projeto Juntos Somos 1, nas redes sociais. A partir disso, a história de Lucas ganhou os internautas e o menino já recebe ajuda de todas as partes do Brasil.

Solidariedade

A responsável pela repercussão do caso foi Aline Silva. A jovem conheceu o garoto quando voltava do supermercado e foi abordada por ele, pedindo comida. Depois de conhecer a criança, ela decidiu ajudar a família.

“Naquele dia eu ofereci dois pacotes de biscoito. Percebi que fiz tão pouco e ele ficou tão feliz que a situação não saiu mais da minha cabeça e comecei a ajudar. No dia seguinte, eu já havia conseguido doação de cesta básica”, explicou.

Aline conheceu Rafaela da Conceição, mãe de Lucas, e os irmãos. A mulher está grávida de sete meses e a família vive de favor em uma casa simples, após ter tido a casa atingida pelas fortes chuvas na Grande Vitória. Por conta disto, Lucas decidiu vender doces na rua para ajudar em casa.

Por acaso, após o crime, Lucas foi pedir ajuda na lanchonete de uma amiga de Aline, que o reconheceu e avisou a jovem, que em seguida, contou tudo para a família. Foi a partir disso que a foto do menino chorando foi publicada. “A página já tem mais de 15 mil seguidores, vários famosos nos procuram querendo fazer algo por eles e a vaquinha criada para ajudar a família ultrapassou o objetivo de 15 mil”, disse Aline.

Todo o caso é compartilhado no Instagram @juntossomos1_, onde acontece contato para doações. Além disso, Aline mostra a vida da família e dá atualizações sobre o menino Lucas.




Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Vagabundo rouba cadeirante e acaba preso em flagrante pela PM em Conchal, SP

Prefeitura de Conchal se prepara para vacinação contra Covid-19 – O F5 entrevistou o diretor do departamento de saúde do município. Wagner Lozano deu mais detalhes sobre esse e outros assuntos relacionados ao setor

Campanha da Acico distribui quase R$ 60 mil em prêmios

Quem são as pessoas que não podem tomar vacina contra covid

Casal se perde no meio do mato e é resgatado pela Polícia Militar na zona rural de Araras, SP

Restaurante Santo Forte faz homenagem à lanchonetes que fizeram parte da história de Conchal

Força Tática captura procurado por tráfico de drogas e realiza flagrante de porte Ilegal de arma de fogo durante patrulhamento em Araras, SP

Prefeitura de Conchal inicia obras de manutenção no prédio do Cemec

Criança de 10 anos engravida de gêmeos após ser estuprada pelo padrasto, diz polícia

Professor pede ajuda após cadelinha ser jurada de morte

Todas as Publicações

Mostrar mais