Prefeito aprova corte de 80% no salário de vereadores em MG

A partir de 2021, legisladores de Arcos deixarão de receber R$ 6 mil para ganhar R$ 1,2 mil; redução também vale para prefeito, vice e secretários.



Denilson Teixeira (MDB), prefeito de Arcos, cidade da região Oeste de Minas Gerais, a 210 km de Belo Horizonte, aprovou, nesta segunda-feira (3), o projeto que vai reduzir os salários do chefe do Executivo, dos vereadores, dos secretários e do vice-prefeito. No caso dos parlamentares, o corte será de 80%, passando de R$ 6.180,00 para R$ 1.236,00.

No caso do prefeito, o reajuste será de 50%, indo de R$ 24.224 para R$ 12.112. Os secretários deixarão de ganhar os atuais  R$ 7.975 para receber R$ 6.380. Enquanto isso, o rendimento mensal do vice-prefeito cairá de R$ 6.458 para R$ 5.166. Tanto para o vice, quanto para o secretariado, a redução será de 20%.

O projeto que pedia o corte nos salários dos membros do governo foi feito pelo presidente da Câmara, Luiz Henrique Sabino Messias (PSB), no mês de fevereiro. A proposta foi aprovada no legislativo na última semana e aguardava análise do prefeito.

Messias explica que a medida é importante para que o município possa economizar, ao menos, R$ 5 milhões em quatro anos. Ainda segundo o vereador, a proposta incentiva a população a perceber que cargo político não deve ser visto como fonte de renda.

— A sanção do prefeito a esse projeto que foi aprovado pela Câmara me dá a esperança de que a politica nacional pode mudar. Também mostra que o entendimento dos novos políticos que vierem a ingressar na vida pública é de que podemos fazer algo para população sem pensar nos benefícios próprios.

Apesar de ter aprovado o projeto na íntegra, o prefeito Denilson Teixeira, que é empresário na região, tem ressalvas quanto aos argumentos defendidos pelo presidente da Câmara.

— Esse ponto de vista para vereador é fácil. Eu como prefeito penso na prefeitura 24 horas por dia. O trabalho não deixa de sacrificar a minha família. Eu até larguei alguns negócios para me dedicar totalmente.

Ainda assim, o prefeito avalia como grande avanço o projeto que começa a valer para a gestão que assume em 2021, já que a lei prevê que o parlamentar não pode legislar em causa própria.

— O momento é de sacrifício. O país inteiro vive este momento. A dona de casa e o trabalhador têm se sacrificado, então nada mais justo de que nós também façamos isso. Arcos sempre foi exemplo para toda região e agora, mais uma vez, queremos ser fontes de boas notícias para todo país.

Município

Com cerca de 40 mil habitantes, o município de Arcos, fica localizado na região Centro-Oeste de Minas Gerais a 210 km de Belo Horizonte. Com um PIB (Produto Interno Bruto) de cerca de R$ 1 bilhão, de acordo com o IBGE, a cidade é conhecida pelas grandes reservas de calcário. Sua economia é movimentada pelo setor de serviços (40%) e indústria (30%). Os valores empregados com a administração pública representam cerca de 15% da economia da cidade.

A Câmara de Arcos conta com 13 vereadores.

*Conteúdo “Portal R7” 



Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Aos 18 anos de idade jovem de Conchal que passou em primeiro lugar no curso de física da Universidade Federal de São Carlos (campus Araras) escreve sobre a trajetória e começa a ministrar cursos online de redação

Família procura jovem desaparecido desde sábado (07)

Corpos são encontrados enterrados em canavial de Limeira, SP

Conde Sanduiche, Dippas Burguer e Bar do Edilson foram os três primeiros colocados do 1º Festival Gastronômico Delícias de Boteco (categoria melhor prato), Santo Forte e Pitanga Madura levaram o título dos melhores drinques.

Acidente envolvendo dois carros acontece nesta manhã (10) na rotatória da Avenida Francisco Magnusson

Cidade italiana oferece dinheiro para atrair novos moradores

Catador de lixo ganha mochila em SC e chefe encontra feto congelado dentro

Redemoinho de fogo assusta moradores e faz raposa fugir em Jandaia (GO); vídeo

Idosa que vendia lanches para sobreviver fica desolada após ter produtos apreendidos: 'Disseram que é a lei'

Todas as Publicações

Mostrar mais