Bispo de Limeira recebia ‘mensalinho do abuso’ para acobertar padres denunciados

 Matéria: Veja


(...) No escândalo de Araras, o bispo Vilson Dias de Oliveira não deu andamento às denúncias que estavam sob sua jurisdição. Além do envolvimento de Leandro, há vítimas dos padres Carlos Alberto da Rocha e Felipe Negro. O dossiê enviado ao Vaticano não trata apenas de pedofilia. Há indícios fortes ali também de uma espécie de “mensalinho do abuso”.

As vítimas afirmam que o bispo exigia propinas dos párocos de conduta condenável para deixá-los atuar sem ser investigados. A prática teria rendido dividendos visíveis. Vilson possui dez imóveis registrados em seu nome, todos em São Paulo. Metade deles na cidade de Guaíra e os outros em Itanhaém, no litoral sul paulista. Em uma avaliação conservadora, a soma do patrimônio supera a marca de 1,5 milhão de reais.

É o verdadeiro milagre da multiplicação imobiliária. Procurado por VEJA, o bispo disse, por meio de seu advogado, que não cometeu condutas ilícitas. Acusado de abuso contra Paula Vallentin e de ter assediado Mariele da Silva Dibbern, Felipe Negro negou os crimes. “Essas denúncias não conferem”, limitou-se a dizer. O advogado Paulo Henrique de Moraes Sarmento falou em nome do padre Leandro: “Das seis pessoas, apenas duas foram ouvidas na delegacia competente para apurar o caso, e as outras quatro foram levadas até outra delegacia, onde foram ouvidas à revelia deste defensor, violando-se o direito de ampla defesa de meu cliente”. O defensor também refuta a história do “mensalinho do abuso”. “O padre Leandro nunca fez nenhum pagamento a dom Vilson”, afirma.
(…)




Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Polícia Civil de Conchal apreendeu na tarde desta terça-feira (16), traficante com 45 papelotes de cocaína, 25 pedras de crack e 31 reais em espécie

Polícia indicia pai e mãe de adolescente que pediu socorro pelas redes sociais após ser estuprada

Vídeo - Segundo incêndio em menos de um ano acontece no setor de meio ambiente em Conchal

Polícia Civil investiga mais dois padres por suspeita de abuso sexual da diocese de Limeira, SP

Vereadores de Conchal aprovam relatório para a abertura de processo de cassação do vereador Rodinei Ferreira da Silva.

FaceApp: App que envelhece rosto dos usuários vira febre na internet; veja como usar

Homem atacado por onça-pintada é salvo por 5 cachorro em MS

Liberação de saque de contas do FGTS será anunciada na próxima semana, diz ministro da Casa Civil

Descoberta a origem de vídeo de drone com fogos de artifício

Líder de grupo terrorista revela plano para matar Bolsonaro

Todas as Publicações

Mostrar mais