Prefeito de Sorocaba é visto em restaurante no Uruguai após apresentar atestado de 14 dias

Moradora de Sorocaba encontrou Crespo no Mercado do Porto, em Montevidéu. Prefeito entregou atestado médico com determinação de fazer 'repouso domiciliar' por 14 dias.

Moradora fotografou prefeito em restaurante em Montevideo, no Uruguai — Foto: Arquivo pessoal



Uma moradora de Sorocaba (SP) encontrou o prefeito da cidade, José Crespo (DEM), em um restaurante em Montevidéu, no Uruguai, no último domingo (7). O encontro foi dias depois dele apresentar à Câmara dos Vereadores um atestado médico para se afastar da prefeitura.

O atestado foi emitido no dia 3 de julho, em São Paulo, e o médico determina que ele deve "permanecer em repouso domiciliar" por 14 dias, ou seja, até 17 de julho. No atestado, o médico não coloca a CID, que é a classificação internacional de doenças.

O documento foi protocolado na Câmara no último dia 5. Antes disso, no dia 3, ele deveria ter prestado depoimento à CPI da Câmara, mas alegou que precisava passar pelo médico em SP.

Nesta quinta-feira (11) ele também era esperado para depor na Câmara, mas não compareceu por conta do "repouso domiciliar" determinado pelo médico.

A moradora que encontrou o prefeito disse que ele estava passeando com a mulher no Mercado do Porto, na capital uruguaia. O registro foi feito quando o casal parou em uma lanchonete.

Em nota, a prefeitura disse que, "por se tratar de questões de cunho pessoal do prefeito José Crespo, não tem conhecimento do fato apontado pela reportagem".

Crespo é investigado em quatro inquéritos da Polícia Civil e em uma Comissão Processante da Câmara dos Vereadores.

 Conteúdo: G1


Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Corpo de mulher é encontrado fora da cova e seminu: “Apavorante”

Suspeito de Roubar Joalheria em Conchal é preso pela Policia Civil

Videos - Após chuvas em Conchal, infestação de pequenos sapos assusta moradores

Policia Militar prende dois por tráfico no Parque Industrial em Conchal

Adolescente de 12 anos é estuprada dentro de escola pública em SP

Mais um processo na conta do Presidente da Câmara conchalense - Ministério Público pede condenação do presidente da Câmara de Conchal (Robinho) por “gastos abusivos com combustível”

Corpo de menina torturada por pai tem 37 marcas de tiros de arma de pressão, diz Conselho Tutelar

Justiça determina bloqueio de 407 mil reais do Presidente da Câmara Municipal de Conchal Roberson Claudino Pedro (Robinho) e de Marcelo Aparecido Mandeli, ex-assessor do presidente

Bar suspenso a 45 metros de altura é atração em Holambra

Todas as Publicações

Mostrar mais