A iminente derrota de Macri na Argentina e os reflexos no Brasil


Por Pedro Henrique de Melo Andrade


O assunto global da semana está sendo a reviravolta nas eleições da Argentina. Com o ‘‘desempenho ruim’’ nas primárias, o presidente e candidato à reeleição Mauricio Macri reconhece que não será um caminho fácil até dia 27 de outubro (primeiro turno das eleições). A chapa Frente de Todos, encabeçada pelos opositores de esquerda Alberto Fernández e a ex-presidente Cristina Kirchner, obteve apoio de 47% dos eleitores contra 32% da chapa liberal de Macri (Juntos pela Mudança). Lidando com eleições polarizadas e troca de farpas cotidianas entre os líderes políticos de Brasil e Argentina, é evidente que haverá reflexos diretos na economia e política brasileira.


22 de novembro de 2015, o liberal Mauricio Macri é eleito como novo presidente da Argentina. Amparado por um mercado respondendo muito bem e sob proposta de reformas/ajustes fiscais, Macri era a esperança de dias melhores para muitos, porém a crise econômica de 2018 e, consequentemente, o crescimento do índice de desemprego, o presidente da Argentina começou a mesclar liberalismo e populismo em suas políticas. A desaprovação popular e a polarização ideológica vieram à tona.

Hoje, por conta do grande desgaste do governo Macri, a chapa de Cristina Kirchner volta a aparecer com grande vantagem na disputa eleitoral, vendendo a ideia de um governo de conciliação. Com isso, o mercado respondeu mal aos argentinos e também aos brasileiros, *O peso (moeda argentina) recuou 5,1% e ficou em 48,50 por dólar norte-americano após a divulgação dos resultados oficiais iniciais, e o que mais preocupa os especialista é a falta de compromisso de ambos candidatos com a real situação econômica ante à preocupação com o resultado das eleições, ‘‘A maior responsabilidade das duas coalizões deveria ser priorizar a governança, não a campanha’’, afirma Vilker, após os resultados catastróficos no mercado.

Tratando-se de um mundo globalizado, quaisquer falas de líderes nacionais podem e vão repercutir na economia e política internacional. O presidente Bolsonaro já declarou claro repúdio ao governo de Cristina Kirchner e na segunda-feira(12/08) mencionou que não quer ‘‘irmãos argentinos fugindo pra cá’’ caso a chapa de Alberto e Kirchner vença. Isso é preocupante, principalmente porque a Argentina é um grande parceiro econômico do Brasil (indústria varejista e automotiva), também porque o ‘‘mercado’’ vê a América latina como ‘‘uma coisa só’’, logo esse desgaste entre o provável futuro presidente argentino Alberto Fernández e o presidente Bolsonaro, fará com que as expectativas do mercado sejam pessimistas, como foi nessa semana, com o dólar batendo R$4 e Ibovespa recuando mais de 2%.

Na situação em que o Brasil se encontra, comercializando com vários mercados internacionais (vide nossa economia globalizada), é necessário que o presidente Bolsonaro pense mais antes de se posicionar contra um comprador (parceiro comercial) – como mostrou o vice Mourão, com um tom mais aliado. O comércio com a Argentina não é unicamente uma questão ideológica, mas sim econômica, precisa-se de mais abertura e conversas diplomáticas, caso contrário, segue o enterro.

Fonte:
Infomoney




Comentários

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Dois veículos batem em cruzamento no centro de Conchal

Bilhetes anônimos com acusação de adultério tomam conta de cidade no interior de SP

Postagem de mãe viraliza após filha voltar de festa de fim de ano na escola com bolo inteiro: 'Queriam os mais bonitos e decorados'

Trailer de lanches é destruído por caminhão durante a madrugada

Confeiteira doa bolo para criança e mãe reclama: "dê algo que preste"

Motorista de caminhão que explodiu na SP-330 é identificado e será enterrado em Artur Nogueira

PM reage a assalto e mata dois assaltantes em Mogi Mirim

Caixa espera pagar FGTS de R$ 998 antes do Natal

Advogado aparece de calcinha pedindo cigarro em condomínio em Limeira, SP

Papai Noel chegou na Praça da Fonte trazendo alegria e a magia do Natal em Conchal

Todas as Publicações

Mostrar mais