Novidade!

Avião de pequeno porte cai em bairro residencial de BH; três morrem

Segundo o Corpo de Bombeiros, três feridos foram levados em estado grave para o hospital com grande parte do corpo queimado. Em abril, outra aeronave caiu na mesma rua, no Caiçara.

Foto: reprodução 


Um avião de pequeno porte, prefixo PR-ETJ, caiu na manhã desta segunda-feira (21) no bairro residencial Caiçara, região Noroeste de Belo Horizonte, e deixou ao menos três mortos e três feridos.

O local da queda fica a 1,3 quilômetro da cabeceira do Aeroporto Carlos Prates, que opera voos particulares e é dedicado à formação de pilotos. A aeronave tinha acabado de decolar do terminal, com destino a Ilhéus (BA).

Aeronave com manutenção em dia

Fabricada em 2007, a aeronave prefixo PR-ETJ é da marca Cirrus, tinha capacidade para 3 passageiros e estava autorizada a voar, mas não poderia ser usada para prestar serviços de táxi aéreo, apenas para serviços aéreos privados. A próxima inspeção anual de manutenção estava prevista para agosto de 2020.

A aeronave possui um paraquedas, que pode ser acionado quando há algum problema. O dispositivo podia ser visto caído próximo ao local do acidente nesta manhã.

A empresa Helicon, que consta na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) como proprietária da aeronave, informou que a vendeu para Srrael Campras dos Santos. Segundo a Helicon, o comunicado da compra teria sido protocolado na Anac no dia 16 de outubro.


O Corpo de Bombeiros informou que o nome de Srrael Campras dos Santos consta entre os feridos levados para o hospital.

'Muita explosão'

Morador da rua onde o avião caiu, o servidor público Carlos Henrique Pacheco Diniz, de 37 anos, ouviu o momento da explosão. "A gente tentou a apagar o fogo, teve muita explosão e não deu para ajudar mais". "Eu estava em casa e ouvi um estrondo. Eu saí e vi o primeiro minuto", completou.

Segundo a testemunha, dois ocupantes do avião deixaram a aeronave após o acidente e foram andando até uma casa.

Outro acidente no mesmo local

No dia 13 de abril deste ano, um avião caiu na mesma rua. Na ocasião, o piloto Francisco Fabiano Gontijo morreu carbonizado. A aeronave pegou fogo e bateu no portão de uma casa. A fiação da rede de energia elétrica foi atingida e deixou moradores do entorno sem luz.


De acordo com Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), o avião também havia decolado do Aeroporto Carlos Prates.




Clique na imagem e faça a sua inscrição!

Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Conchal confirma neste sábado (30) novo caso testado positivo para Covid-19. Veja nota emitida pela prefeitura de Conchal.

Quarentena em SP é prorrogada por 15 dias com flexibilização progressiva em diferentes regiões do estado

Policia Militar e Guarda Municipal acabam com festa e aglomeração de pessoas no Jardim das Palmeiras em Conchal.

ENTENDA OS CRITÉRIOS E AS FASES DA RETOMADA DA ECONOMIA DE SÃO PAULO

Mesmo em crise econômica Prefeitura de Conchal quita dívida histórica de mais de 30 anos do Bairro Jardim Esperança

Coronavirus coloca arrecadação municipal na UTI em Conchal – Em alguns segmentos a queda de receita foi de quase 40%

Parto Normal - Bebê nasce com mais de 5 quilos em maternidade no interior de SP

Novo caso de coronavirus é confirmado em Conchal neste sábado (23). O paciente tem 12 anos e pertence a região sudeste do município

Construção de escola no Jardim das Palmeiras em Conchal é finalizada

Todas as Publicações

Mostrar mais