Novidade!

Polícia Civil de Bauru (SP) investiga suspeito de envenenar cerca de 70 gatos e animais silvestres


A pena prevista para este crime é de três meses a um ano de prisão.



Por Beto Ribeiro Repórter 


A Polícia Civil de Bauru (SP) está investigando a denúncia de que um morador da Vila Souto estaria envenenando animais que vivem em um terreno localizado no bairro da zona oeste da cidade.

Segundo o relato de vizinhos do terreno que registraram um boletim de ocorrência, em um prazo de menos de uma semana foram mortos cerca de 70 gatos e alguns animais silvestres – foram achados sete gambás mortos.

Há registro também de vários filhotes, de gatos e gambás, achados mortos no local. O boletim de ocorrência foi registrado no último dia 1º de outubro, mas os primeiros animais mortos começaram a aparecer no dia 26 de setembro.

O delegado Dinair José da Silva, titular da Delegacia de Crimes Ambientais, foi nesta quarta-feira (9) com sua equipe até a região onde aconteceu a mortandade de animais para colher novas informações e buscar pistas para o inquérito que foi aberto.

De acordo com o delegado, se comprovada, a atitude de envenenar animais é considerada crime ambiental. A pena prevista para este crime é de três meses a um ano de prisão.

Segundo o boletim de ocorrência registrado por Fábio Marqueti, que trabalha ao lado do terreno que abrigava um antigo ferro velho e onde viviam os animais, moradores da região e ONGs alimentavam e cuidavam dos gatos.

No BO, Marqueti relata que um morador da região já havia expressado seu incômodo com a presença dos gatos e sua intenção de “descartar” os animais. O denunciante chegou a recolher parte da comida oferecida pelo suspeito aos bichos.

A suspeita é que o alimento estivesse misturado com “chumbinho”, veneno usado para matar ratos e que tem sua comercialização proibida no Brasil, segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).


Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Captura de procurado no Jardim Esperança ll em Conchal

Empresário Edson Simoso morre aos 47, vítima da Covid-19

Prefeitura interdita praças no centro da cidade para evitar aglomerações

Polícia civil prende indivíduo por porte ilegal de arma em Conchal

Fora de risco de transmissão Prefeito Vando Magnusson testa positivo para Covid-19 – outros seis servidores públicos também positivaram no teste

Vaga de trabalho para assistente financeiro

Umaflex fez sexta-feira (10) doação de mais 100 cestas básicas para a assistência social de Conchal

Multa de R$ 110.00 passa a valer a partir desta quinta-feira (9) - No combate ao coronavírus, multa será aplicada para quem não utilizar máscara de proteção facial em Conchal

Candidato do PT para eleições de 2020 promete “roubar pouco”. O vídeo viralizou nas redes sociais. Assista...

Todas as Publicações

Mostrar mais