Novidade!

WhatsApp: golpe do emprego tem 2,3 milhões de casos em 2019


Vagas compartilhadas por mensagens enganam pessoas para roubar dados pessoais e logins de perfis nas redes sociais.



Conteúdo: 'R7'


Os golpes por WhatsApp conseguem atingir um grande número de pessoas pela facilidade de compartilhar uma mensagem. Os cibercriminosos mudam a isca para atrair novas vítimas, mas o objetivo é sempre roubar dados e logins de acesso de redes sociais.

Segundo um levantamento da Dfndr Lab, laboratório especializado em segurança digital, os casos de vagas de emprego falsas aumentaram 174% de janeiro a outubro deste ano, saltando de 861.962 para 2.368.296.

Os anúncios falsos costumam circular entre usuários e também em grupos do aplicativo por meio de links quase idênticos ao de empresas famosas.

Ao abrir o link, o usuário é incentivado a responder uma pesquisa para concluir um suposto cadastro e, posteriormente, compartilhar o ataque com seus contatos no WhatsApp.

Depois do compartilhamento, o usuário é direcionado para uma página falsa, onde ele pode ser induzido a informar suas credenciais de acesso de redes sociais ou informações pessoais, como nome completo e CPF.

Segundo Emilio Simoni, diretor do Dfndr Lab, a tendência é que nos próximos meses esses golpes se intensifiquem, principalmente com a aproximação do Natal, já que nesta época do ano há uma grande oferta de empregos temporários.

Para não cair em golpes que circulam pelo WhasApp, verifique se o link é verdadeiro nos sites oficiais das marcas e fique atento a promessas muito vantajosas, preços muito baixos e até oportunidades de emprego. Na dúvida, não compartilhe links de procedência desconhecida nas redes sociais ou em aplicativos de troca de mensagens.



Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Vagabundo rouba cadeirante e acaba preso em flagrante pela PM em Conchal, SP

Conchal iniciou nesta quinta-feira (21) a vacinação contra a Covid-19

Prefeitura de Conchal se prepara para vacinação contra Covid-19 – O F5 entrevistou o diretor do departamento de saúde do município. Wagner Lozano deu mais detalhes sobre esse e outros assuntos relacionados ao setor

Professor pede ajuda após cadelinha ser jurada de morte

Quem são as pessoas que não podem tomar vacina contra covid

Criança de 10 anos engravida de gêmeos após ser estuprada pelo padrasto, diz polícia

Restaurante Santo Forte faz homenagem à lanchonetes que fizeram parte da história de Conchal

Força Tática captura procurado por tráfico de drogas e realiza flagrante de porte Ilegal de arma de fogo durante patrulhamento em Araras, SP

Prefeitura de Conchal inicia obras de manutenção no prédio do Cemec

Campanha da Acico distribui quase R$ 60 mil em prêmios

Todas as Publicações

Mostrar mais