Novidade!

Flor gigante abre após 10 anos no interior de São Paulo


Exemplar com maior inflorescência do mundo pertence a colecionador de Batatais. Espécie é conhecida como flor-cadáver por exalar cheiro de carne podre.


A Amorphophallus titanum pode chegar a medir 3 metros e pesar 75 quilos. — Foto: Paulo Eduardo Cerri/ Arquivo Pessoal

Conteúdo: 'G1


Quem tem flor em casa sabe o cuidado que é preciso ter para a ela ficar bonita e vistosa. Não é todo mundo que tem tempo, dedicação e "mão boa" para as plantas.

Nesse quesito o troféu de ouro vai para colecionador Paulo Eduardo Cerri. Ele fez vingar no seu sítio em Batatais, interior de São Paulo, uma das espécies mais raras (e estranhas) do mundo mesmo estando a 16 mil quilômetros de distância e em condições climáticas muito diferentes do habitat natural dela.

A Amorphophallus titanum é endêmica de florestas tropicais à oeste da Ilha de Sumatra, na Indonésia, onde o ar é muito úmido e a temperatura quase não varia durante o ano. A planta é famosa por ter a maior inflorescência do reino vegetal com até três metros de altura e 75 quilos.

"Chamamos de inflorescência o conjunto de várias flores minúsculas. No caso da Amorphophallus elas estão concentradas no espádice, espiga que nasce no meio da flor assim como nos antúrios", explica o botânico Juliano Borin.

Paulo conta que ganhou as sementes de um amigo que mora nos Estados Unidos há dez anos e plantou em cinco caixas d´água no sítio de Batatais. A maior dificuldade foi driblar a diferença climática. "Aqui no período seco e frio do ano as folhas secam e a planta entra em dormência, fica só o bulbo debaixo da terra mas rebrota quando esquenta", explica o colecionador que também é agricultor e engenheiro agrônomo.


Ele credita o sucesso da planta aos cuidados que teve com o solo. "O clima externo não consigo controlar mas o solo está bem servido, é esterilizado e umidificado", completa. Das cinco sementes, três brotaram e uma floresceu esse fim de semana.

Paulo exibe a flor que demorou 10 anos para abrir — Foto: Paulo Eduardo Cerri/ Arquivo Pessoal

‘’Já sabia que a planta levava de 10 a 14 anos para primeira floração, mas por não estar no ambiente natural temia que isso nunca acontecesse. Foi uma surpresa e uma grande alegria’’, diz Paulo.

Mas o espetáculo visual da floração vem acompanhado de um desagradável efeito colateral. A Amorphophallus titanum emite cheiro de carne podre! "A polinização dela é feita por moscas varejeiras que são atraídas pelo mau cheiro. Por isso mesmo ela também é conhecida por Flor-cadáver", lembra o botânico Juliano Borin. Paulo conta que o fedor invadiu a estufa e pode ser sentido de longe.

Pra sorte dele o desabrochar mau cheiroso dura pouco. Em três dias a flor se fecha e só reabre em dois ou três anos. Paulo está na expectativa pela abertura de uma segunda flor gigante que deve acontecer nas próximas semanas. "Vai ser meu segundo presente de natal", diz o colecionador apaixonado pela diversidade do reino vegetal.








Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Polícia Civil apreende drogas e armas em Conchal

Polícia Militar e Guarda Civil Municipal realizam operação integrada de combate ao crime em Conchal, SP

Quadrilha tenta assaltar bancos e troca tiros com a polícia em madrugada de terror em Araraquara, SP

Mulher de 36 anos é morta a tiros pelo filho adolescente em SP

Colisão traseira termina em capotamento de veículo e uma vítima leve na Rodovia Anhanguera

Cachorro que fugiu de casa teve a melhor reação quando foi “preso” pela polícia

Acidente entre ônibus e caminhão em Taguaí teve o maior número de mortes nas rodovias de SP neste ano, diz PM

ROCAM e Força Tática estouram ponto de preparo e venda de drogas e detém quatro por tráfico em Araras, SP

Prefeitura de Conchal pede para a população economizar água

ROCAM apreende menor por tráfico de drogas após receber informações de PM de folga em Araras, SP

Todas as Publicações

Mostrar mais