Novidade!

Operação retira 10 caminhões de lixo guardado por idosa dentro de casa em Ribeirão Preto


Segundo a Coordenadora de comitê, a mulher, de 72 anos, acumulava objetos desúteis há 10 anos. Após limpeza, equipes devem pintar imóvel e moradora receberá atendimento psiquiátrico.

 Idosa acumulava lixo e objetos inservíveis dentro de casa em Ribeirão Preto — Foto: Kelly Cristina da Silva/Arquivo pessoal



Conteúdo: G1 Ribeirão Preto e Franca


Lixo, materiais recicláveis, restos de comida, roupas velhas e móveis quebrados retirados da casa de uma idosa encheram as caçambas de 10 caminhões, em Ribeirão Preto (SP), durante uma operação de limpeza que durou dois dias e terminou nesta quinta-feira (12).

Segundo a coordenadora do Comitê de Atenção às Pessoas em Situação de Acumulação, Kelly Cristina da Silva, a moradora sofre com Síndrome de Diógenes, que a levou a acumular lixo em casa há mais de 10 anos. Ela já era atendida pelas secretarias da Saúde e da Assistência Social.

“A casa já havia sido limpa, mas ela teve uma recaída. As equipes de combate à dengue passam com frequência e disseram que a gente precisava agir. Agora, a gente mudou a metodologia, não vai só limpar, mas dar condições de ela se sentir bem na casa”, explicou.

Equipes retiram lixo da casa de acumuladora em Ribeirão Preto — Foto: Alexandre de Azevedo/Prefeitura de Ribeirão Preto

Além da dona de casa, de 72 anos, também mora no imóvel um filho adotivo dela, de 22 anos. O jovem contou aos assistentes sociais que desistiu de tentar ajudar a mãe. Durante a limpeza nesta quarta-feira (10), cerca de 20 ratos e cinco escorpiões foram encontrados no local.

“Ela não tem noção de higiene, não tem noção de limpeza. Ela pega coisas do chão em meio ao barro e come. Ela não toma banho”, afirmou Kelly. “Muita barata, muito rato. A pia dela estava cheia de cocô de rato, o fogão. É Deus que cuida, só Deus mesmo”, completou.

A coordenadora do Comitê disse que tudo o que estava na casa foi descartado, inclusive objetos pessoais da idosa e do filho. O imóvel será mobiliado a partir de doações. No final de semana, as equipes da Prefeitura também vão pintar as paredes e cimentar o quintal.

”A gente vai trazer umas amigas para tomar café, incentivá-la a deixar tudo arrumado e a Assistência Social vai continuar acompanhando, inclusive com a equipe da Saúde Mental, porque ela mesma tem consciência de que precisa tratar, mas precisa de ajuda”, finalizou.

O Comitê de Atenção às Pessoas em Situação de Acumulação foi criado em agosto e é formado por equipes das secretarias de Saúde, Negócios Jurídicos, Meio Ambiente e Infraestrutura, da Coordenadoria de Limpeza Urbana, da Defesa Civil e da Guarda Civil Metropolitana.

Após limpeza, equipes vão pintar a casa de acumuladora em Ribeirão Preto — Foto: Kelly Cristina da Silva/Arquivo pessoal

Segundo a Prefeitura, há cerca de 100 acumuladores que estão sendo atendidos dentro de um cronograma. As denúncias são centralizadas pela Assistência Social e as doações às famílias são recebidas pelo Fundo Social de Solidariedade, que também compõem o comitê.





Imperdível

Publicidade

Não Perca Tempo! Venha para os Cursos 24 horas

Leia também...

Bandido armado assalta comércio no Jardim Santo Antônio em Conchal. O crime aconteceu nesta sexta-feira (18). Câmeras de segurança flagraram toda a ação do criminoso. Assista vídeo...

Bandidos mantêm vitima refém por três horas em roubo à residência no Santa Luzia em Conchal

Bandidos tentam roubar agência do Banco do Brasil em Conchal

Guarda Municipal recupera veículo roubado nesta terça-feira (22)

Viagem intermunicipal Conchal/São Paulo e Conchal/ Cosmópolis recebem novos horários. Confira...

Polícia Civil captura menor de 14 anos por tráfico de drogas no Parque Industrial em Conchal

CNH, cadeirinha, farol: veja mudanças aprovadas na lei de trânsito e que vão à sanção de Bolsonaro

Polícia Civil prende em Conchal menor que tinha "depósito de drogas" em casa

Mulher internada com fratura de calcanhar 'some' de hospital no Méier e aparece morta no Cachambi

Auxílio de R$ 300: nem todos vão receber as quatro parcelas; entenda

Todas as Publicações

Mostrar mais